Tags: Pensões |

Mercado de fundos de pensões cresce 0,7% no segundo trimestre


O mercado de fundos de pensões nacional chegou ao final do segundo trimestre do ano a crescer 0,7% face ao trimestre anterior. Os dados agora revelados pela APFIPP, no Relatório Trimestral dos Fundos de Pensões, demonstram que o montante gerido por estes produtos quebrou a barreira dos 18.500 milhões de euros.

Quando análise é feita desde o início do ano o aumento alcançado é de 0,3% no montante sob gestão, ao passo que nos últimos 12 meses a subida no valor sob gestão cifra-se nos 5,3%.

No final do segundo trimestre, o número de fundos chegava aos 199, menos dois do que no trimestre anterior, o que resulta, segundo a Associação, numa “exclusão, da amostra, de dois fundos de pensões fechados”.

BPI Vida e Pensões em destaque

No que diz respeito às sociedades gestoras com maior crescimento o destaque do trimestre vai claramente para a BPI Vida e Pensões, que conseguiu sobressair tanto em termos absolutos como percentuais. A gestora, em termos absolutos, arrecadou mais 65,8 milhões de euros, o correspondente a 2,6% de incremento. Igualmente desde o início a gestora também dá nas vistas, com o maior crescimento percentual e também em termos absolutos: 8,4% e mais 202,6 milhões de euros.

No topo do ranking continua a estar, ainda a assim, a Ocidental Pensões: a gestora gere 5.170,4 milhões de euros, o que se traduz numa quota de 27,9%. A gestora líder teve uma variação trimestral de 0,4%, e no último ano cresceu 1,5%. Segue-se no ranking a CGD Pensões com 3.638,4 milhões de euros de ativos sob gestão e uma quota de mercado de 19,7%, antecedendo a BPI Vida e Pensões que figura no terceiro lugar, com 2.620 milhões de euros de ativos sob gestão.

Tabela pensoes jun2017

Fonte: APFIPP, junho 2017
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos