Medalhistas Morningstar: conheça as principais mudanças de fevereiro


O mês de fevereiro foi positivo no que toca à análise da Morningstar a fundos de investimento disponíveis para venda no nosso país. Durante o período, foram seis os fundos analisados, registando-se algumas novidades.

Os analistas da reconhecida casa de análise demonstraram a sua confiança em três novos fundos que receberam diretamente a medalhe de bronze. São eles: o T. Rowe Global Emerging Markets Equity que, segundo explica Javier Sáenz de Cenzano (na foto), Director de Análise da Morningstar para a Ibéria e Itália, "perderá o seu co-gestor Mark Edwards no final de 2015, embora Gonzalo Pangaro, com mais de 20 anos de experiência em mercados emergentes, se mantenha na liderança da gestão do fundo contando, ainda, com o apoio de uma sólida equipa de gestores regionais e analistas". Além deste, a outra novidade é o MS INVF Eurozone Equity Alpha cuja equipa de gestão trabalha em conjunto desde a sua entrada na Morgan Stantley em 2006, sendo formada pelo portfólio manager Matthew Leeman e pelos seus co-gestores Riccardo Bindi, Jonathan Day e Jaymeen Patel. "O processo de investimento aplicado é sólido e consistente, estando baseado na valorização e qualidade das empresas detidas em carteira", dizem da Morningstar.

Quanto a subidas de rating, os felizes contemplados do mês passado pertencem ao ING IM, atual NN Investment Partners. Assim, temos o fundo ING (L) Invest Global Real Estate que vê o sua notação subir de Neutral para Bronze. Este produto era gerido pela CBRE Clarion, mas desde abril de 2014 que passou a estar sob responsabilidade direta de uma equipa própria da gestora, especializada no sector imobiliário. Da Morningstar dizem ter "uma boa opinião sobre esta equipa formada pelos gestores Michael Lipsch e Andrej Antonijevic, que têm uma longa trajetória à frente do fundo local ING Global Real Estate. Outro fundo da gestora holandesa que registou um upgrade foi o ING (L) Invest Emerging Europe. Este produto recuperou o rating neutral depois de um período 'under review' fruto da saída de Gus Robertson da gestora, tendo sido posteriormente substituído por Robert Holmes.

Por último, as notícias menos boas vêm da América Latina com o fundo Amundi Funds Equity Latin America que perde a sua condição de 'medalhista Morningstar' passando a ter um rating neutral. "A rentabilidade abaixo da média dos últimos 5 anos, fez-nos perder convicção neste produto", salienta Javier Sáens de Cenzano. "Apesar de se poder explicar esta queda pelo peso da exposição ao Brasil superior à média, é decepcionante ver que durante tanto tempo não tenha conseguido acrescentar valor através da exposição a outros países que em conjunto com a seleção de ativos são as duas fontes de potencial de crescimento para o fundo. Acresce, ainda, que o preço do mesmo é mais alto que a média, pelo que preferimos ser cautelosos na nossa decisão", justificam os analistas. 

 

Morningstar Analyst Rating em fevereiro

FUNDOANALISTAMOEDAISINRATING ATUALRATING ANTERIOROBS.

 T. Rowe Price  Glbl  Emg  Mkts  Eq A

 Caquineau,  CFA

 US  Dollar

 LU0133084623

   Bronze

    -

 New

 MS INVF  Eurozone  Equity  Alpha  A

 Meakin

 Euro

 LU0109967165

   Bronze

    -

 New

 LU0073234501

 ING (L)  Investe  Glbl  Real Estate  P  € Acc Faassen  Euro LU0250172185   Bronze Neutral Upgrade
 ING (L)  Investec  Emerging  Europe  P  Acc Van  Genderen Euro LU0109225770   Neutral Under  Review Upgrade
 Amundi Fds  Eq  Latin  America  AU-  C Mennechet US  Dollar LU0201575346   Neutral Bronze Downgrade 
Fonte: Informação cedida diretamente pela Morningstar 
Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos