Tags: Gestores |

Mark Mobius volta a delegar funções dentro da Franklin Templeton


Mais mudanças na organização da Franklin Templeton Investments. Stephen Dover converter-se-á a partir do próximo dia 15 de abril, no novo diretor de investimentos da Templeton Emerging Markets, cargo que conciliará com o posto que ocupa atualmente de diretor de investimentos da Franklin Local Asset Management. Dover tem uma experiência de 32 anos na indústria, 18 dos quais passados na gestora americana. Como diretor de investimentos da Templeton Emerging Markets, será responsável por supervisionar as estratégias de mercados emergentes, os processos de investimento, recursos e tudo o que faça referência ao dia-a-dia da gestão. Esta mudança afecta Mark Mobius, que se mantém como presidente executivo da Templeton Emerging Markets e conserva as suas responsabilidades como gestor de carteiras, embora vá delegar a gestão do dia-a-dia a Dover, segundo o que informa a gestora em comunicado. O conhecido guru continuará também a ser uma voz de autoridade dentro da Franklin Templeton na hora de partilhar as suas perspectivas em relação aos mercados emergentes.

Tudo incluído num processo de transição que começou no passado mês de julho quando Mobius, de 70 anos, decidiu passar o testemunho a Carlos Von Hardenberg, da Templeton Emerging Markets Investment Trust (TEMIT), um veículo de investimento britânico que Mobius geria desde há 26 anos. A passagem oficial no mandato de gestão deste veículo aconteceu em 1 de outubro, se bem que Mobius continuou a fazer parte da equipa de gestão. Este movimento foi considerado o primeiro passo para ir dando relevância na gestão de alguns dos seus produtos. Durante os últimos anos. Mobius dedicou grande parte do seu tempo a percorrer o mundo em busca de novas ideias de investimento, e foi partilhando essas viagens com alguma periodiciadade no seu blog ‘Investment Adventures in Emerging Markets’. 

Como gestor, Mobius é uma das personalidades mais reconhecidas e respeitadas do investimento em mercados emergentes. A primeira vez que investiu nesta classe de ativos foi em 1987. “Existiam poucos lugares onde se podia fazer esse investimento e um número limitado de empresas. Hoje, 27 anos depois, podemos investir em mais de 60 países no universo dos mercados emergentes e temos dezenas de milhar de empresas a considerar”, refere o especialista da Franklin Templeton Investments. Uma das suas referências foi Sir John Templeton, de quem Mobius seguiu muito atentamente os seus conselhos. Templeton foi defensor do investimento contra-corrente, tentando evitar tendências e procurar ideias de investimento seguindo um enfoque global, dando importância à aprendizagem através dos erros.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos