Tags: Negócio |

Mais de 60% dos fluxos institucionais foram intermediados por consultores no ano passado


No seu último relatório, a Cerulli Associates mostra que mais de 60% dos fluxos de ativos das instituições foram intermediados por consultadores no ano passado, sendo que o valor restante foi obtido através de vendas diretas entre as duas ou mais partes.

Para o diretor da empresa de research especializada na indústria de serviços financeiros, Michele Giuditta, “esse percentual inicialmente parecia baixo para nós, mas nas nossas discussões com os institucionais, veio a confirmar-se que muitas empresas já estão a dedicar recursos substanciais para esses esforços e pretendem continuar a fazê-lo”.

Na quarta edição da sua publicação The Edge Cerulli – Edição Institucional, a empresa analisa as tendência de distribuição, incluindo a mudança do tipo de consultoria, a terceirização dos diretores de investimento, a dinâmicas na distribuição, entre outros.

"Os mercados de capitais tornaram-se cada vez mais complexo, e o conjunto de oportunidades de investimento ampliou-se para incluir produtos de investimento mais complicados”, afirma Michele Giuditta. "Dadas as crescentes necessidades das instituições que procuram mais apoio e conselhos para suas carteiras , fez com que houvesse um aumento do uso dos consultores de investimento”, conclui o diretor da empresa.

A Cerulli relata ainda que muitos grupos de investimento estão a mudar os seus papéis, delegando mais responsabilidades relacionadas com o investimento  no dia-a-dia e concentrando-se mais nas questões globais.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos