Tags: Negócio | ETF | EUA | Europa |

Maio: fluxos nos ETFs da Europa e EUA abrandaram ligeiramente


Em maio os ETPs globais assistiram à chegada de 18,3 mil milhões de dólares. O último ETP Landscape da BlackRock assinala que os fluxos que se dirigiram aos produtos europeus e norte-americanos foram  “modestos”, em consequência dos dados económicos mistos que ambas as regiões emitiram no período. Ainda assim, o documento da entidade assinala que o aumento de ativos por parte dos ETFs continua a ser superior ao record conseguido no mesmo período do ano de 2013.

O ETF Landscape de maio detalha que as ações de mercados desenvolvidos reuniram 6,4 mil milhões de dólares, com a procura a continuar robusta para as exposições que se situam fora dos EUA. Destacam-se a este nível as entradas de dinheiro nos fundos de Japão e da EAFE (Europe, Australia, Far East). Os ETPs da EAFE arrecadaram no mês 4,2 mil milhões de dólares, ao passo que 2,1 mil milhões de dólares se dirigiram aos fundos globais.

No caso das ações japonesas, o relatório dá conta de uma entrada de 5,8 mil milhões de dólares. Recorde-se que esta preferência dos investidores é suportada pelo facto do Nikkei 225 Index ter alcançado o seu nível mais elevado desde 2000, com os “fluxos a serem conduzidos pelos fortes lucros das empresas”.  

Emergentes continuam recuperação

As boas notícias continuam também para os produtos de ações dos mercados emergentes, como de resto já tinha acontecido em abril. Da gestora relatam que este foi o segundo mês consecutivo de entradas de dinheiro na categoria, o que conduziu a um ‘salto’ de 1,6 mil milhões de dólares nos fluxos desde o início de 2015. “A melhoria dos retornos, as políticas acomodatícias do governo chinês, e a pausa na valorização do dólar”, foram as razões enunciadas para que os investidores tenham optado pelos produtos deste mercado. 

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos