Tags: Obrigações | Ações |

Lista dos 10 maiores fundos em Portugal sem novas entradas


Os últimos dois meses foram quase “gémeos” no que toca às rendibilidades dos fundos de investimento em Portugal. Tanto em setembro como em agosto, o vermelho dominou as valorizações dos produtos nacionais. Ainda assim, e apesar do mês passado ter mais resgates do que captações, na lista dos dez maiores fundos de investimento o saldo é positivo.

No final de setembro, segundo os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios - APFIPP, os dez maiores fundos nacionais geriam mais de 5.166 milhões de euros, o que representa um acréscimo de quase 1% face ao final do mês de agosto. Em termos monetários, esse aumento é de quase 50 milhões de euros. Não podemos esquecer que o aumento do património de um fundo de investimento pode ocorrer de duas formas: através da valorização dos ativos ou ainda por via da captações líquidas no período em análise.

O maior aumento monetário ocorreu no Caixagest Liquidez, que é também o maior fundo de investimento em Portugal. O seu crescimento superior a 47,2 milhões de euros fez-se à custa das captações líquidas, já que este fundo da Caixagest foi o líder neste indicador em setembro, com o saldo entre subscrições e resgates a situar-se em 47,03 milhões de euros.

O maior aumento percentual aconteceu no BPI Reforma Segura PPR. Sob a responsabilidade da BPI Gestão de Activos, o fundo viu o seu património aumentar mais de 6%, para 331 milhões de euros. Em termos monetários assistiu-se a um crescimento de 19 milhões de euros. Esse crescimento "ajudou" a efetivar a única troca de lugares dos dez maiores produtos nacionais: este fundo trocou de posição com o Fundo de Gestão Passiva que está sob alçada da Banif Gestão de Activos.

Tudo na mesma...

A troca de lugares entre os dois produtos mencionados foi a única que ocorreu nos mês de setembro, na lista dos dez maiores produtos de investimento disponibilizados pelas entidades nacionais.

Da dezena de produtos, apenas três recuaram no que toca aos ativos sob gestão. Dos sete que viram o seu património aumentar, além dos já mencionados, destaque para o BPI Liquidez que além do Caixagest Liquidez e do BPI Reforma Segura PPR, viu o seu património crescer mais de 10 milhões de euros.

Os dez maiores produtos nacionais

FundoGestoraSetembroAgostoVariação %Variação monetária
Caixagest LiquidezCaixagest 1 472 115 081 € 1 424 883 042 €3,31%47 232 039 €
Caixagest Fundo MonetárioCaixagest 684 039 985 € 682 044 495 €0,29%1 995 490 €
Millennium Prestige ConservadorMillennium Gestão de Activos 615 276 317 € 635 691 721 €-3,21%-20 415 404 €
BPI Reforma Investimento PPRBPI Gestão de Activos 442 233 867 € 439 357 954 €0,65%2 875 913 €
BPI LiquidezBPI Gestão de Activos 423 643 928 € 410 075 630 €3,31%13 568 298 €
BPI Reforma Segura PPRBPI Gestão de Activos 331 507 138 € 312 498 109 €6,08%19 009 029 €
Fundo de Gestão Passiva *Banif Gestão de Activos 305 981 165 € 319 709 941 €-4,29%-13 728 776 €
BPI Monetário Curto PrazoBPI Gestão de Activos 298 002 054 € 297 322 341 €0,23%679 713 €
Caixagest ObrigaçõesCaixagest 271 991 102 € 276 660 782 €-1,69%-4 669 680 €
Caixagest Imobiliário InternacionalCaixagest 271 769 641 € 269 140 136 €0,98%2 629 505 €

Fonte: APFIPP no final de setembro.  *Fundo Fechado.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos