Tags: Obrigações | Ações |

Liquidez aumenta nos fundos mobiliários


Os gestores nacionais, em agosto, diminuíram o peso das ações internacionais nos fundos de investimento e aumentaram a peso da liquidez em carteira, segundo os dados de agosto que foram publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP).

Nos fundos de ações, geridos pelas entidades que constam na APFIPP, a liquidez voltou aos valores de maio, onde atingiu os 8% da carteira. Este valor representa um aumento de 1 ponto percentual face ao mês de julho, e nota-se uma clara subida nos últimos meses, sendo que o aumento se traduz em dois pontos percentuais quando comparado com mês homólogo. Já a percentagem de ações nacionais nos fundos de ações diminuiu um ponto percentual para os 70% da carteira, que chega aos 6 pontos percentuais quando comparado com agosto de 2012. O investimento em ações internacionais aumentou dois pontos percentuais em agosto, situando-se nos 22% da carteira.

Fundos com ações aumentam

Os fundos com ações aumentaram, pela primeira vez no ano, passando de 110 para 111, tendo iniciado o ano nos 114. A aposta em ações nacionais diminuiu no mês de agosto, face a julho, em um ponto percentual, já as ações internacionais mantiveram o mesmo peso na carteira, pelo terceiro mês consecutivo. Já a liquidez aumentou em dois pontos percentuais, passando a representar 12% da carteira dos fundos com ações.

Fundos de investimento mobiliário reforçam liquidez

Os fundos de investimento mobiliário continuam com a liquidez a representar perto de um quarto da carteira total, representado em agosto 26% (aumento de dois pontos percentuais em agosto, face a julho). Já a percentagem da carteira em ações nacionais e internacionais não se alterou, face ao junho, com 2% e 7%, respetivamente. O número de fundos também não se alterou, mantendo-se nos 246.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos