Tags: Negócio |

Let’s Cheer up!


‘Leveza’… a palvra é ‘leveza’!
É com este sentimento que convivo desde o primeiro momento de condução ao volante do novo Volkswagen cheer up! A leveza do design, a leveza dos comandos, a leveza da condução e…. a leveza dos consumos!

O suave e silencioso tricilíndrico 1.0 de 75cv, gasolina, que equipa este pequeno citadino alemão, consegue a proeza de; não transmitir vibrações de maior (motores com esta arquitectura são conhecidos por serem um género de ‘vibroplates’ da TV-shop), conseguir imprimir um andamento muito enérgico e ainda gastar pouco combustível! Estou a fazer 5.7ltrs/100 e ainda nem saí do pára-arranca das voltinhas cosmopolitas!
Um suburbano por excelência, este VW conta ainda com um eficaz sistema de start-stop para reduzir emissões/consumos e, em opção, pode vir equipado com um sistema de travagem de emergência que, activo entre os 5 e os 30km/h e mediante um sistema laser, trata de imobilizar o carro por nós em caso de distracção!

Detalhes com uma velocidade máxima de 170km/h ou uma aceleração 0-100 em pouco mais de 13s, não estarão propriamente na lista de prioridades de potenciais compradores, no entanto, e tendo em conta que falamos de um ‘mil’, não são números de desprezar.

A versão em análise conta com algum equipamento ‘extra’ que não só compõe o visual, como acrescenta conforto, saliento; espelhos retrovisores em cinzento, aplicações cromadas na lateral do carro, faróis de nevoeiro, volante em couro, bancos com tecido específico e ainda um completíssimo ‘dash pad’ interior, que agrega itens como navegação, kit de mãos livres bluetooth, computador de bordo… tudo isto por um preço pouco superior a 13.100€!

Há já muito tempo que não me sentava ao volante de um VW e dava por mim à procura de plásticos macios. Não que o interior seja mal construído, bem pelo contrário, é só porque os tempos modernos já não me deixam associar plásticos rijos e chapa à vista ao interior de um produto de Wolfsburg. Apesar de uma construção algo espartana e pouco mais de 3,5m de comprimento, o habitáculo é espaçoso para 4 adultos e até a mala com 250 litros de capacidade (950ltrs com rebatimento dos bancos) não desilude, contando com um fundo de altura variável que permite, por exemplo, ocultar objectos de valor. Contando com vidros eléctricos à frente, é incompreensível como é que o condutor não tem um botão para abrir o vidro do pendura!

Depois de um dia inteiro ao volante do mini-VW, ainda não consegui acertar com a posição de condução! O volante, que só regula em altura, fica longe demais quando acerto com a distância do banco para os pedais e tapa-me a visão para a parte superior do velocímetro. Vale pela excelente pega e pelo ar ‘racing’, tipo GTI, com a zona inferior plana.

Em andamento, e mesmo contando com umas opcionais jantes de 15 polegadas, o conforto está em bom nível, não comprometendo a agilidade e convidando a andamentos ‘despachados’. Se a ‘coisa’ azedar, contamos com ABS, ESP, diversos airbags e … 5 estrelas no teste EuroNCAP!

O factor ‘cheer up’ deste VW-zinho é muito cativante, conseguindo conciliar um preço extremamente convidativo (para uma marca Premium) a boas prestações e consumos baixos. O seu design jovial, com um habitáculo espaçoso e bem equipado, leva-nos a ’perdoar’ quer alguns descuidos ergonómicos, quer uma construção mais pobre do que aquela que construtor nos vem habituando.

Veja aqui o vídeo.
 

O Mais Lido

Próximos eventos