Tags: Negócio |

Julho interrompe ciclo de crescimento dos fundos mobiliários


De acordo com o relatório estatístico do mercado nacional de fundos de investimento mobiliário relativo a julho publicado pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Património (APFIPP), o mercado nacional de fundos de investimento mobiliário não manteve o ritmo de crescimento registado nos últimos meses.

Desta forma, julho registou uma queda de 1,5% no volume sob gestão, ascendendo este valor a 11.7 mil milhões de euros. Não obstante, nos últimos sete meses o crescimento atinge os 5,6%. 

No que a captações líquidas diz respeito, o relatório revela que se registou um saldo total entre subscrições e resgates negativo de 183,7 milhões de euros. A Caixagest, por sua vez, foi a entidade que maior saldo registou, com um total de 44,4 milhões de euros em subscrições líquidas. 

 Por outro lado, uma vez que no mês em questão se verificou a liquidação de três fundos por fusão, não tendo sido lançado qualquer fundo, o número total de veículos de investimento reduziu para apenas 164. 

Captura_de_ecra__2017-08-21__a_s_10

Fonte: APFIPP, julho de 2017. 

 

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos