Tags: Emergentes |

Jesús Zabalza substitui a Marcial Portela na liderança do Santander Brasil


 

Marcial Portela, responsável pelos negócios do Grupo no Brasil, apresentou o pedido de demissão das suas funções executivas no Banco Santander Brasil, mas continuará como presidente do Conselho de Administração. Jesus Zabalza será o novo CEO do Santander Brasil. Javier San Felix será o novo responsável da Divisão América, no lugar de Jesus Zabalza. A divisão americana inclui todos os negócios do Grupo Santander na América Latina, com excepção do Brasil, informou a entidade espanhola num comunicado.

Estas nomeações coincidem com a apresentação dos resultados do Grupo Santander para o primeiro trimestre de 2013, em que a empresa registou um lucro líquido de 1.205 milhões de euros, o que corresponde um decréscimo de 26% em relação ao mesmo trimestre de 2012.

Marcial Portela dirigiu a integração do Santander Brasil e Banco Real (adquirido pelo grupo holandês ABN AMRO) e nos últimos três anos tem sido o executivo-chefe deste importante ramo de negócio do Grupo Santander.

Jesus Zabalza tem um profundo conhecimento do mercado financeiro latino-americano, tendo desempenhado no cargos executivos no BBV, Argentaria, La Caixa e, desde 2002, como director geral do Banco Santander na Divisão Americana, na qual foi o máximo responsável, no último ano.

Enquanto isso, Javier San Felix , director geral do Banco Santander e CEO do Banesto até à sua fusão com o Banco Santander assume a direcção da Divisão Americana. Iniciou funções no Santander Consumer Finance em 2004, onde foi director de planeamento estratégico, director da área de negócio de mercado no euro e responsável de integração de fusões e aquisições. Em Maio de 2012, foi nomeado CEO do Banesto, entidade que culmina com a fusão legal com o Banco Santander, nos próximos dias.

O Banco Santander vai entregar uma acção por cada 1,579 títulos do Banesto na troca prevista no processo de fusão entre as duas entidades financeiras, o que implicará a entrega de um máximo de 51,29 milhões de títulos. O Santander e a Comissão do Mercado de Valores informaram, no dia de ontem, que a troca vai ser feita depois do fecho da sessão de 3 de Maio e que não vai ter qualquer componente em numerário. As novas acções vão estar na posse dos accionistas a partir de 6 de Maio.

Profissionais

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos