Tags: Obrigações | Ações |

Jerónimo Martins puxa PSI 20 para fecho positivo


 

 

Entre as congéneres da praça portuguesa, os ganhos oscilaram entre 0,01% de Frankfurt e 1,66% de Madrid, em dia de reunião do Ecofin, e com receios sobre a situação da Grécia e especulações que Espanha estará mais próxima de pedir um resgate.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 subiu 0,08% para 5.298,49 pontos, com nove títulos positivos, igual número negativos e dois inalterados, a Portucel e o ESFG, que fecharam a cotar a 2,108 euros e 5,36 euros, respectivamente. Ainda no sector financeiro, o BPI deslizou 1,09% para 0,82 euros, o Banif recuou 1,45% para 0,136 euros, enquanto o BCP somou 1,41% para 0,072 euros e o BES, que apresentou contas após o fecho do mercado, avançou 1,01% para 0,8 euros.

Em alta, e a ajudar a segurar o índice de referência da bolsa portuguesa em terreno positivo, esteve a Jerónimo Martins, que terminou a sessão a valorizar 1,2% para 13,885 euros.

Entre os títulos do sector energético, a REN subiu 0,5% para 1,998 euros, a Galp Energia progrediu 0,04% para 12,025 euros, tendo a EDP encerrado a perder 0,76% para 1,958 euros e a EDP Renováveis a cair 0,58% para 3,798 euros.

Na área de tecnologia e telecomunicações, a Portugal Telecom desvalorizou 0,37% para 3,764 euros, a Sonaecom desceu 0,21% para 1,4 euros, enquanto a Zon Multimédia contrariou a tendência fechando em alta de 0,99% para 2,553 euros. 

Próximos eventos