Tags: Obrigações | Ações | ETF |

Investimento em ETPs muito próximo de alcançar valores record


Segundo o último ETP Landscape da BlackRock, ainda que setembro tenha sido um mês modesto ao nível dos fluxos de dinheiro nestes produtos, desde o início do ano os fundos cotados alcançaram 190.900 milhões de dólares a nível mundial. Tendo em conta o valor, esta indústria continua bem posicionada para se aproximar do record de 262.700 milhões de dólares alcançados em 2012.

Com a melhoria no crescimento global e com o fortalecimento das oportunidades de valor nos EUA, os investidores recorreram aos mercados desenvolvidos em geral e ao norte-americano em particular. Isto traduziu-se em fluxos de 12.600 mil milhões de dólares para as empresas norte-americanas de grande capitalização, em 3.100 milhões para os mercados desenvolvidos de ações e em 2.600 milhões para os fundos de obrigações dos EUA, segundo o mesmo documento que a BlackRock divulga.

A gestora salienta ainda que os sinais de crescentes alocações em ETPs de ações emergentes persistiram dada a grande atratividade das avaliações, mesmo tendo ocorrido saídas de dinheiro, na ordem dos 1.500 milhões de euros. Segundo o relatório há claros indícios que apontam para uma nova realocação nesta classe de ativos, já que o volume líquido em produtos cotados que investem em empresas emergentes cotadas na Europa e EUA alcançou um total de 2.000 milhões de dólares na totalidade.

Desconfiança em relação à Europa

Também as medidas anunciadas pelo BCE não foram esquecidas. O inesperado corte da taxa de juro, bem como a flexibilização das medidas de crédito numa tentativa de aumentar o crescimento, fizeram com que os ETPs pan-europeus continuassem a ser desfavorecidos. Desta classe saíram 1.9 mil milhões de dólares no mês passado.

As saídas em produtos cotados de obrigações – no valor de 2.600 milhões de dólares – foram impulsionadas por obrigações do tesouro norte-americano, dado que está para breve o final do programa de compra de obrigações da Fed, e tendo em conta que persiste o debate sobre o momento em que as taxas de juro vão aumentar. Esta tendência pareceu inverter-se no final do mês passado, dado que entre 26 de setembro e 3 de outubro os ETFs de obrigações cotados nos EUA captaram 7.300 milhões de dólares. Os ETF de obrigações cotados na Europa, por outro lado, registaram um volume de investimento de 200 milhões de dólares durante o mesmo período. 

Anexos

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos