Tags: Negócio |

Investidores regressam ao mercado nacional


Os primeiros seis meses do ano trouxeram os investidores de volta ao mercado nacional. O relatório dos “indicadores mensais sobre a receção de ordens por conta de outrem” da CMVM mostra que, nos primeiros seis meses do ano, as ordens recebidas cresceram quase 37% para os 127 mil milhões de euros.

Em termos de investidores residentes, foram as gestoras de ativos que mais cresceram, totalizando mais de 14,67 mil milhões de euros o que representa um crescimento de 85% face ao período homólogo. A dívida pública é o valor mobiliário preferido com mais de 4,7 mil milhões de euros, seguido das ações com 3,9 mil milhões de euros. As ordens recebidas pelos clientes residentes não institucionais foram as segundas com maior crescimento, com uma subida de 42% para os 17,99 mil milhões de euros.

Não residentes crescem em 73%

Nos investidores não residentes, é que se nota um crescimento maior. Enquanto que nos investidores locais o crescimento se situou em 15%, os não residentes aumentaram as suas ordens em 73%, aproximando-se dos 61,5 mil milhões de euros. Em termos de gestoras de ativos o crescimento foi de 140% para os 1,96 mil milhões.

Gestão de ativos cresce em junho

O mês de junho foi marcado a vermelho em termos de ordens recebidas, com a exceção a ir para as gestoras de ativos. Foram os únicos investidores que aumentaram a suas ordens no mês passado, face ao mês anterior, em termos de investidores não residentes e houve apenas duas subidas nos investidores residentes: seguros e gestão de ativos.

No caso dos não residentes o aumento foi de 27%, enquanto nos residentes o crescimento foi mais modesto, na ordem dos 8%.

Comparação entre os primeiros semestres de 2013 e 2014, em ordens recebidas na gestão de activos

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos