Tags: Emergentes | Latam |

Institucionais aumentam a sua quota no mercado brasileiro


Entre janeiro e maio o património líquido passou de 2.464 para 2.542 mil milhões de reais, o que representa um aumento de 3,16% nos primeiros cinco meses deste ano, segundo a ANBIMA.

De acordo com a Associação o segmento institucional continua a ser o investidor dominante com mais de um terço do mercado, totalizando 988 mil milhões de reais, mais 35 mil milhões do que no final do ano passado. Esse valor representava 38,9% do total do património líquidos em maio passado.

Já a luta pelo segundo lugar da lista continua acesa entre três segmentos: Private, Corporate e Varejo. O segmento private continua a ser a segunda força com uma quota de mercado de 15,2%, embora esta tenha descido de 15,6% no final do ano passado. Já o segmento varejo recuperou para muito perto do mercado corporate, com ambos os segmentos a totalizarem semelhante quota de mercado. Ainda assim, em termos absolutos o segmento corporate leva a melhor com 367,1 contra os 365,4 mil milhões de reais dos clientes de varejo.

Há ainda um aumento a registar do segmento de Poder Público e uma redução do investimento estrangeiro no prazo analisado.

O Património Líquido no Brasil, entre janeiro e maio

SegmentoDez/13 *Mai/14 *Quota em Maio 2014
Institucional952,8988,738,890%
Corporate366,6367,114,440%
Private385,538715,222%
Varejo351365,414,373%
Poder Público224252,59,932%
Estrangeiro107,7102,84,044%
Outros76,678,83,100%
Total2464,22542,3 

* Valores em mil milhões de reais

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos