Tags: Negócio |

Indústria de gestão de activos tem um importante papel no financiamento da economia europeia


Os activos sob gestão (AuM), na Europa, alcançaram os 13,8 biliões no final de 2011, indicando a Associação Europeia de Fundos e Gestão de Activos (EFAMA) como montante final de 2012 os 15,4 biliões, o que corresponde a 108% do PIB da região.

Assim, a Europa ocupa o segundo lugar entre os maiores mercados do sector da gestão de activos, administrando 31% do volume global de activos.  

Os activos relativos à gestão discricionária representam 7,3 biliões de euros, o que corresponde a 53% dos activos sob gestão totais, no fecho de 2011, com os fundos de investimento a contabilizarem os restantes 6,5 biliões de euros.

As posições em obrigações e acções permanecem como as classes de activos preferidas dos gestores de activos, no final de 2011, com um investimento de 46% e 29% do património total, respectivamente.

Mais de 3.200 sociedades gestoras de activos estão registadas na Europa, empregando cerca de 90.000 pessoas, de forma directa, e mais de 500.000 de forma indirecta, no final de 2011.

Os investidores institucionais, em representação de milhões de famílias, constituem o segmento de clientes com maior volume (75% do total de activos sob gestão na Europa). As seguradoras e os fundos de pensões equivalem a 42% e 33%, respectivamente, do total de AuM do segmento institucional, no final de 2011.

Os gestores de activos europeus detêm 21% em títulos de dívida emitidos por sectores da Zona Euro e 31% do capital total de empresas da região. Estes valores ilustram, consoante e acordo com o que referiu Peter De Proft, Director General of EFAMA, “a contribuição da indústria de gestão de activos no financiamento da economia Europeia por meio do importante papel de gestão da poupança, tanto em nome de investidores ‘retail’ e como também institucionais”.

 

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos