Indicador de poupança sobe quase um ano depois


Apesar de ser residual, houve um aumento do indicador de poupança no mês de maio. O indicador conjunto entre a APFIPP e a Universidade Católica que mede a poupança dos portugueses voltou a crescer depois das quedas mensais e sucessivas desde do mês de julho do ano passado. De abril para maio o indicador cresceu de 105,5 para 105,8 pontos.

Tendência ainda não inverteu

Apesar do crescimento a tendência ainda não inverteu. “Com os decréscimos que se verificaram no Indicador de Poupança APFIPP/Universidade Católica nos últimos meses, este assumiu uma tendência descendente, medida pela variação trimestral das séries alisadas, da poupança das famílias, depois de se ter mantido durante vários anos em níveis historicamente elevados. Só se nos próximos meses se vierem a repetir mais subidas do Indicador, esta tendência decrescente pode vir a ser invertida, o que não foi ainda o caso”, pode ler-se no comunicado conjunto das duas entidades.

Tendência da Poupança das famílias, variação trimestral da série alisada, % do PIB

 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos