Tags: Obrigações | Ações |

Indicador de poupança recua pelo segundo mês consecutivo


Depois de alguns meses onde a subida foi constante, nos últimos meses temos assistido a um recuo no indicador de poupança, calculado em conjunto entre a Universidade Católica e a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP). De acordo com o comunicado oficial, esta descida foi motivada “por uma forte diminuição da poupança corrente no quarto trimestre de 2014 e de uma revisão em alta do PIB nominal do primeiro trimestre deste ano". Desta forma, “a diminuição da poupança corrente sobre o PIB altera substancialmente a tendência do Indicador, o que contribui para a sua diminuição”, segundo se pode ler no documento.

O recuo em março do indicador de poupança foi de cerca de oito pontos, sendo a segunda queda consecutiva. Desta forma, o indicador caiu dos 87,9 pontos para 79,8 pontos, recuando assim para níveis de junho passado.

Evolução do Indicador de Poupança

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos