Tags: Negócio | Pensões |

Indicador de Poupança continua em queda


O Indicador de Poupança que junta a APFIPP e a Universidade Católica desceu para 117,9 em Novembro depois de ter atingindo os 124,5 em Outubro. Para as duas entidades, esta “descida deve-se sobretudo à revisão em alta do PIB nominal do terceiro trimestre mas também a uma menor expectativa de desemprego”.

Apesar da queda do indicador, as duas instituições indicam que há uma “tendência de crescimento da poupança das famílias”. Esta tendência pode ser vista através da “variação trimestral das séries alisadas” que continua a manter os “sinais de estabilização em níveis historicamente elevados”.

Desta forma, em termos agregados, “as famílias têm aumentado a sua taxa de poupança em 0,10-0,15 pontos percentuais do PIB em cada trimestre desde Dezembro de 2009”, segundo o comunicado.

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos