Tags: Alternativos |

Imobiliários: Os dois fundos abertos de acumulação com performance positiva nos últimos 12 meses


Em julho de 2015, segundo a APFIPP, o montante gerido pelos fundos de investimento imobiliário ascendeu a 11.082,4 milhões de euros, o que se traduz num crescimento de 0,8% face a junho.

Em julho não existiu o lançamento de nenhum novo fundo imobiliário: bem pelo contrário. O mercado nacional terminou o mês de julho com 244 fundos, menos um do que no mês anterior.  No período em questão foi liquidado o fundo Historic Lodges gerido pela Imorendimento.

E a 12 meses?

Nas mesmas informações reveladas pela APFIPP, são também apresentados dados sobre a rentabilidade de alguns fundos de investimento imobiliário geridos por gestoras Associadas, nos últimos 12 meses, com dados de 31 de julho. 

Dos 7 fundos abertos de acumulação considerados, são apenas dois os “exemplares” com rendibilidades efetivas positivas nos últimos 12 meses.

São eles o CA Património Crescente, gerido pela Square Asset Management, e o Novimovest, a cargo da Santander Asset Management.

CA Património Crescente

Já quase que se pode dizer que este é um fundo “clássico” quando o assunto são os retornos positivos e favoráveis. Neste caso, o produto gerido pela Square Asset Management apresenta uma rentabilidade efetiva nos últimos 12 meses de 2,61%, e em carteira tem sob gestão mais de 270 milhões de euros, segundo os dados da Associação de final de julho. Este é mesmo um dos dez maiores produtos do mercado nacional de fundos imobiliários, e venceu no ano passado o prémio de melhor portfólio imobiliário nos IPD European Property Investment Awards.

Dessas mesmas informações da APFIPP é possível concluir que a carteira do fundo, dentro do universo dos fundos de abertos de acumulação, no final de julho, era a que tinha o maior investimento alocado a instrumentos de liquidez, mais concretamente 12,39%. O mesmo se passa com a rubrica de “imóveis arrendados”, que perfazia no final do mês 81,68% da carteira do produto.

Novimovest

O outro fundo que consegue um retorno positivo, dentro da amostra de fundos abertos de acumulação considerados pela APFIPP, é o Novimovest, gerido pela Santander Asset Management. O produto, nos últimos 12 meses arrecada um retorno de 0,28%, e é o terceiro maior fundo imobiliário nacional, atualmente com pouco mais de 326 milhões de euros de volume gerido.

Segundo os dados da APFIPP, analisando a carteira do final de julho, percebe-se que este era o único produto da categoria com investimento concretizado noutros fundos de investimento imobiliário. A alocação a este nível era de 0,69%, refere a Associação.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos