Tags: Emergentes | Latam |

Ibovespa começa a dar a volta


E ao terceiro mês do ano, o índice Ibovespa voltou a ter rendibilidades positivas. O mês de março pode ser o virar do ciclo no Brasil. As captações voltaram a ter sinal positivo sete meses depois, e a bolsa de valores brasileira teve o primeiro período positivo em 2014, depois da crise dos emergentes ter afetado alguns índices bolsistas.

O dados da ANBIMA mostram que o Ibovespa cresceu, no mês passado, 7,05%, recuperando grande parte das perdas que tinha tido em janeiro (-7,51%) e em fevereiro (-1,14%). Ainda assim, o saldo de 2014 é negativo, na ordem dos 2,12%.

Fundos de ações foram o grande motor

Entre as diversas categorias para a Associação, foram os fundos de ações brasileiras que tiveram a maior rendibilidade no mês passado. A categoria Ações dividendos conseguiram um ganho de 6,06% enquanto as Acções IBrX atingiram os 5,5%. Acima de 5% ainda aparece a categoria de Ações Sustentabilidade/Governança com 5,43%.

Multimercados lideram em 2014

Analisando o primeiro trimestre, é a categoria de Multimercados Estratégia Específica que lidera o ranking, com ganhos de 3,05%. Logo depois aparece a Renda Fixa com 2,67% e a Renda Fixa Índices com 2,62%. Com ganhos em 2014 acima de 2% aparecem diversas categorias, como é o caso do Curto Prazo (2,4%), Referenciado DI (2,44%), Renda Fixa Crédito Livre (2,39%) e Multimercados Juros e Moedas (2,24%).

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos