Tags: Estilo |

Hoje e a amanhã a pianista Elisabeth Leonskaja está na Gulbenkian


Elisabeth Leonskaja nasceu em Tíflis, a capital da Geórgia, tendo os seus pais despertado nela, desde muito cedo, a paixão pelo piano. O seu excepcional talento permitiu que desse o seu primeiro concerto aos 11 anos de idade e que prosseguisse os estudos de piano com Jacob Milstein no Conservatório de Moscovo a partir de 1964.

Depois de se estabelecer em Viena, em 1979 a participação no Festival de Salzburgo marcaria o início da sua carreira de solista no Ocidente, atuando em recital ou em colaboração com as mais importantes orquestras europeias e americanas e maestros de renome internacional. O seu percurso pelos grandes palcos internacionais incluiu também o Grande Auditório da Fundação Gulbenkian por diversas vezes.

Na temporada 12-13 da Gulbenkian Música, Elisabeth Leonskaja interpretou todas as Sonatas para Piano de Franz Schubert em seis recitais. Nessa altura, durante algum tempo livre que teve em Lisboa, ouviu a Orquestra Gulbenkian a ensaiar o Concerto para Piano nº 1 de Brahms. Entusiástica acerca da maneira como o jovem maestro letão Ainars Rubikis interpretou a obra, Leonskaja confessou que gostaria de tocar Brahms com ele. Quando lhe foi perguntado qual dos dois concertos preferiria, ela disse, com os olhos brilhantes: «O meu sonho é o de tocar os dois no mesmo concerto!» Um sonho tornado realidade.

Pode assistir à atuação da artista esta quinta e sexta-feira no Grande Auditório da Gulbenkian, a partir das 21 horas.

Próximos eventos