Tags: Consultoria |

Gestora de patrimónios do Grupo Espírito Santo supera os 10 mil milhões de euros


Segundo mostram os dados da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP), desde outubro de 2010, que existiam apenas duas gestoras de patrimónios com montantes acima de 10 mil milhões de euros. A ESAF tem vindo a destacar-se nos primeiros meses do ano, superando, no final de março, os 10 mil milhões de euros. Assim, o pódio é ocupado, em primeiro lugar, pela Caixagest, a F&C Portugal e, por último, a gestora de patrimónios do Grupo Espírito Santo com 10,1 mil milhões de euros. 

A Caixagest cimentou a liderança e fechou o mês de março com mais 372 milhões, totalizando 20,7 mil milhões sob gestão discricionária. O segundo lugar vai para a F&C Portugal que teve um crescimento mais modesto, quando comparado com a Caixagest. A entidade cresceu 107 milhões para os 14,2 mil milhões de euros.

A ESAF mantém o terceiro lugar, como já se tinha verificado noutros meses, embora com património que alcançou, no final do terceiro mês deste ano, os 10,1 mil milhões de euros. Desde o início do ano, trata-se da entidade com maior crescimento em termos absolutos. gestoras de património, com 434 milhões.

Das entidades presentes na lista da APFIPP destaque, ainda, para a BPI Gestão de Activos com 5,3 mil milhões de euros e para a Santander Asset Management com cerca de 4,3 mil milhões de euros sob gestão.

Mercado a crescer

Os dados da APFIPP mostram que as entidades presentes na sua lista detinham praticamente um património de 58 mil milhões de euros, o que representa um aumento de mais de 1.000 face ao mês anterior. ESAF, Caixagest e F&C Portugal representam, em conjunto, uma quota superior a 70%. 

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos