Tags: Consultoria |

Gestão de Patrimónios: Valor sob gestão cresceu 10,1% em 2015


O último mês do ano passado trouxe um decréscimo no valor sob gestão das entidades que gerem patrimónios no nosso país. Os dados da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP) - ‎que representavam ‎91‎,5% ‎do valor global das carteiras ‎sob gestão discricionária em Portugal ‎(‎Fonte ‎- ‎CMVM‎) – mostram que no final de dezembro os ativos sob gestão ascendiam a 59.718,2 milhões, o que representa um decréscimo de 0,6% face ao mês de novembro. Em termos monetários, essa diminuição situou-se em 386 milhões de euros.

Quais as entidades que mais cresceram em dezembro?

Entre a dúzia de entidades que estão associadas na APFIPP, houve uma que se destacou de forma clara, em termos percentuais, no mês de dezembro. Trata-se da Dunas Capital que viu o seu património crescer quase 25% para 17,6 milhões de euros.

Destaque, também, para a Patris Gestão de Activos. No último mês do ano passado os seus ativos sob gestão discricionária aumentaram 4,1%, totalizando 204 milhões de euros.

Ano partido em dois

Analisando a evolução dos ativos sob gestão das gestoras de patrimónios, verificamos que o ano pode ser dividido em dois. Numa primeira fase, até meio do ano, o valor sob gestão discricionária pouco oscilou. Nesses primeiros seis meses de 2015 o incremento foi de “apenas” 2,26%.

Foi na segunda metade do ano que se deu o grande salto no valor sob gestão neste segmento. De acordo com a Associação, o crescimento no segundo semestre do ano atingiu os 7,6%, o que termos anuais representou um aumento superior a 10% nos ativos sob gestão.

Evolução ao longo de 2015

em milhões de euros

Fonte: APFIPP no final de 2015
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos