Tags: Negócio |

Gestão de patrimónios também com impulso em fevereiro


Para além do segmento mobiliário, também a gestão de patrimónios1 seguiu um caminho positivo no mês de fevereiro. A APFIPP mostra, no seu último relatório mensal, que em fevereiro o segmento de gestão de patrimónios chegou aos 55.904,2 milhões de euros, o que se traduz num crescimento de 1% face a janeiro.

Desde o início de 2017, a diminuição nos montantes geridos é de 0,2%, enquanto que desde fevereiro de 2016 se regista um decréscimo de 0,4% nos montantes sob gestão, mais do que visível pela informação do gráfico abaixo. 

Evolução dos volumes sob gestão na gestão de patrimónios desde há um ano

patrimonios_fev_17

Fonte: APFIPP, final de fevereiro de 2017

Top 3 inalterado

No que toca às sociedades gestoras com maior expressão no segmento, pouco mudou face a janeiro.

Segundo a Associação,  a Caixagest continuou a ser a entidade com maior volume gerido, no caso 22.114 milhões de euros, que lhe conferem uma quota de 39,6% de mercado. Segue-se a BMO GAM com 12.938,1 milhões de euros e uma preponderância de mercado de 23,1%. A BPI Gestão de Activos, por sua vez, apresentou-se com um volume de 6.689,1 milhões de euros e uma quota de mercado de 12,0%.

1De acordo com dados da CMVM, em 28 de fevereiro de 2017, os montantes geridos por estas entidades representavam 89,9% do valor total da gestão individual de ativos em Portugal.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos