Tags: Consultoria |

Gestão de patrimónios já cresceu quase 9% em 2015


O valor das carteiras sob gestão discricionária sofreu uma decréscimo de 1,49% no mês de setembro, face ao mês anterior. Esta é a conclusão do último relatório publicado pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – sobre o segmento de gestão de patrimónios. Desta forma, no final de setembro, as entidades que gerem patrimónios em Portugal e que estão registadas na Associação, geriam mais de 59.052 milhões de euros.

Ainda assim, apesar do decréscimo notado no último mês do terceiro trimestre do ano, 2015 tem saldo positivo. Os dados da Associação apontam para um crescimento de 8,9% nos primeiros nove meses do ano, o que em termos monetários se cifra num montante superior a 4.800 milhões de euros.

Já em termos homólogos, o crescimento é de 3,5%, ou seja, cerca de 2.000 milhões de euros.

Maiores entidades mantêm liderança

De acordo com a publicação da APFIPP, o ranking das maiores entidades mantém-se sem qualquer modificação. A Caixagest continua a ser a gestora que regista o maior volume sob gestão, com um valor superior a 21.332 milhões de euros, sendo seguida pela BMO Global Asset Management e pela BPI Gestão de Activos. A primeira com um património de 13.587 milhões e a segunda com 8.071 milhões de euros.

Estas três entidades representam mais de 72% do mercado. Se adicionarmos a quarta maior entidade – a GNB Gestão de Ativos – o valor sobe para mais de 85% do mercado. Esta gestora, no final de setembro, tinha um património sob gestão superior a 7.746 milhões de euros.

GNB Gestão de Ativos positiva em 2015

Nos primeiros nove meses do ano a gestora de patrimónios que mais viu aumentar o seu volume sob gestão foi a GNB Gestão de Ativos. Nesse período o aumento é de quase 200% o que representa um incremento superior a 5.150 milhões de euros.

Com quase 20% de aumento no mesmo período figura a Optimize Investment Partners, fazendo da entidade a segunda que mais cresceu em termos percentuais em 2015.

Já a BPI Gestão de Activos foi a segunda gestora de patrimónios que mais cresceu, em termos monetários, em 2015, com o valor a ser superior a 1.100 milhões de euros.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos