Tags: Consultoria |

Gestão de patrimónios: ativos sob gestão crescem acima de 10% desde o início do ano


O segmento de gestão de patrimónios esteve, sem dúvida, em contra corrente no mês de agosto, comparando com outras áreas financeiras. O último relatório da APFIPP com dados do oitavo mês do ano, mostra que os ativos sob gestão deste negócio cresceram no período 7,3%, o que fez com que a barreira dos 60 mil milhões de euros de património gerido já não fosse uma “miragem”: no final de agosto as sociedades gestoras de patrimónios geriam concretamente 59.947,2 milhões de euros.

Desde o início do ano, o crescimento é ainda mais assinalável. Esta atividade regista um crescimento de 10,5%, ao passo que numa comparação com o mesmo período do ano passado o incremento é de 5,1%.

Evolução dos ativos sob gestão da gestão de patrimónios 

 

Agosto 2015

Julho 2015

Dezembro 2014

Agosto 2014

Volume gerido (milhões €)

59.947,2

55.845,6

54.238,2

57.022,9

Variação percentual (entre agosto de 2015 e o mês em causa)

-

7,3%

10,5%

5,1%

Fonte: APFIPP, 31 de agosto 

Segundo o que a APFIPP relata no seu relatório, o top 3 das maiores gestoras de patrimónios mantém-se inalterado. A Caixagest continua a ser a entidade com o montante sob gestão mais avultado e uma quota de mercado superior: 21.669,4 milhões de euros de ativos geridos e 36,1% de predominância de mercado. Segue-se a BMO Global Asset Management, com uma quota de mercado de 22,8% e 13.697,5 milhões de euros de património gerido. O terceiro lugar cabe à BPI Gestão de Activos, que no final do oitavo mês do ano tinha 8.136 milhões de euros de ativos sob gestão e uma quota de mercado de 13,6%.

GNB –SGP em destaque

Um dos grandes contributos, em termos de volume, para este negócio, foi dado pela GNB – SGP. A entidade foi a que mais cresceu no mês, tanto em termos absolutos como percentuais. Em termos monetários o aumento foi de 5.109,4 milhões de euros, o que se traduziu numa variação mensal de 179,3%.

Com este avanço, a sociedade gestora situou-se também no lugar cimeiro das entidades que mais avançam no ano: em termos absolutos o crescimento é de 5.362,8 milhões de euros, enquanto que numa base percentual a variação desde o início do ano é de 206,6%.

No final de agosto a GNB-SGP tinha, portanto, sob gestão 7.958,8 milhões de euros , e avançava para o quarto lugar do ranking das maiores gestoras de património, situando-se à frente da Santander Asset Management.

 

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos