Fundos sectoriais na proa das rendibilidades


Nos últimos três meses os mercados financeiros não seguiram o mesmo caminho do que tinha acontecido nas semanas anteriores. No início do ano os fundos que investem no mercado nacional tiveram o melhor comportamento do mercado. Já nos três meses anteriores ao dia 22 de maio, são os fundos sectoriais que lideram a tabela dos mais rentáveis. De acordo com a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP), dos quatros fundos mais rentáveis entre o dia 22 de fevereiro e 22 de maio, três investem em sectores específicos a nível europeu.

Os dois fundos mais rentáveis nesse período investem no sector financeiro. Aquele que regista melhor performance é o Montepio Euro Financial Services. Com uma rendibilidade de 11,40%, o fundo gerido pela Montepio Gestão de Activos tinha no final de abril cerca de 5 milhões de euros em património, com as maiores posições a pertencerem a instituições como a HSBC, ING, Banco Santander ou Allianz, segundo dados da Morningstar.

O outro fundo que investe no sector financeiro é o Millennium Eurofinanceiras, gerido pela F&C por meio de um mandato atribuído pela Millennium Gestão de Activos. No período em análise a rendibilidade é de 10,12% com as maiores posições a irem para o HSBC, UBS, Allianz e Axa. Em termos de ativos sob gestão, no final de abril, estes ultrapassavam os 28,5 milhões de euros.

O fundo que se intromete entre os sectoriais é o Millennium Acções Portugal. No período entre 22 de fevereiro e 22 de maio, o produto gerido por Nuno Marques - da equipa de ações da Millennium Gestão de Activos, que lhe demos a conhecer na última semana -  atinge uma rendibilidade 9,98%. O património deste fundo supera os 37 milhões de euros em património. De realçar que este produto foi o melhor fundo de ações do mercado nacional nos primeiros quatro meses do ano.

No período em análise existem mais seis fundos que registam ganhos superiores a 9%. Com uma valorização de 9,72% surge o terceiro fundo sectorial da lista - o Montepio Euro Utilities. Igualmente da responsabilidade da Montepio Gestão de Activos surge ainda neste ranking, embora posicionado ligeiramente mais abaixo, o Montepio Euro Telcos, que obtém uma rendibilidade de 9,24%. Ao contrário do primeiro que centrava o seu universo de investimento no sector das utilities, este fundo investe em empresas de telecomunicações do velho continente. 

Neste rol ainda encontramos - e ganhando o quinto lugar do ranking - mais um fundo da Montepio Gestão de Activos e que aposta igualmente no mercado acionista europeu, embora numa lógica diversificada no que toca a sectores. No caso, o Montepio Acções valorizou no período 9,67%.

E, porque o mercado nacional deu que falar em termos de rendibilidades positivas nos primeiros meses do ano, existem entre os fundos mais rentáveis dos últimos três meses, mais dois produtos que apostam em Portugal. Por um lado o Banif Acções Portugal gerido por Jorge Guimarães da Banif Gestão de Activos e, por outro, o recém premiado pela Morningstar na categoria de melhor fundo de ações Portugal, o BPI Portugal gerido por Catarina Quaresma Ferreira e Carla Brito Fonseca, da BPI Gestão de Activos. Este é um dos fundos mais consistentes em termos de rendibilidade ajustada ao risco do mercado nacional, tendo a Funds People, na sua primeira revista deste ano, feito referência ao mesmo. 

A novidade "internacional" entre os produtos mais rentáveis dos últimos três meses é o Caixagest Acções Japão, gerido pela Caixagest. Este fundo tem beneficiado do outlook e performance positiva que paira sobre a bolsa nipónica, sendo igualmente o produto mais rentável no último semestre.

Os 15 fundos mais rentáveis

FundoGestoraCategoria APFIPPRendibilidade 3 meses (%)
Montepio Euro Financial ServicesMontepio GAAções Sectoriais11,40
Millennium Euro FinanceirasMillennium GAAções Sectoriais10,12
Millennium Acções PortugalMillennium GAAções Nacionais9,98
Montepio Euro UtilitiesMontepio GAAções Sectoriais9,72
Montepio AcçõesMontepio GAAções UE, Suíça e Noruega9,67
BPI PortugalBPI GAAções Nacionais9,54
Caixagest Acções JapãoCaixagestAções Internacionais9,43
Montepio Euro TelcosMontepio GAAções Sectoriais9,24
Banif Acções PortugalBanif GAAções Nacionais9,13
Montepio Acções EuropaMontepio GAAções UE, Suíça e Noruega8,08
NB Ações EuropaGNB GAAções UE, Suíça e Noruega7,65
BPI IbériaBPI GAAções UE, Suíça e Noruega7,52
Caixagest Accões PortugalCaixagestAções Nacionais7,33
Santander Accões PortugalSantander AMAções Nacionais7,27
Popular AcçõesPopular GAAções UE, Suíça e Noruega7,03
Fonte: APFIPP no dia 22 de maio. Período de análise: 22 de fevereiro a 22 de maio.
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos