Fundos mobiliários "atracam" perto dos 11.500 milhões de euros


No final de fevereiro o montante gerido pelos fundos de investimento mobiliário registou um abrandamento de 0,9% face ao mês anterior, segundo revela agora a APFIPP no seu relatório mensal referente ao segundo mês do ano.

No mês em análise registou-se um volume de subscrições de 364,6 milhões de euros, enquanto que o valor de resgates foi de 424,9 milhões de euros. A Associação relata que o fluxo de saída traduziu-se num saldo líquido de subscrições negativo no montante de 60,3 milhões de euros.

Entrou em liquidação o NB África

No mês mais pequeno do ano não foi lançado qualquer novo fundo, nem foram liquidados produtos. Contudo, a APFIPP indica que em fevereiro entrou em processo de liquidação o fundo NB África, da GNB Gestão de Ativos, pelo que o seu valor já não é considerado nas estatísticas de ativos sob gestão.

O número de fundos,no universo associado à APFIPP, no final de fevereiro, ascendia portanto a 187 fundos, face aos 188 de final de janeiro de 2016.

Desde o início de 2016, por seu lado, os montantes sob gestão resvalam em 3,5%, o amplitude de queda que se verifica também nos últimos 12 meses. Quando se olha para as subscrições desde o início do ano os valores também não são os melhores. O saldo acumulado de subscrições menos resgates foi negativo no valor de 212,4 milhões de euros.

Upload
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos