Tags: Obrigações | Ações |

Fundos Mistos predominantemente obrigações em alta desde o início do ano


Segundo os último dados divulgados pela APFIPP relativos ao final do mês de agosto, a posição ascendente mais relevante continua a pertencer aos fundos especiais de investimento de curto prazo que de julho para agosto cresceram 11,1%, o que se traduziu em 223,1 milhões de euros em termos de valores absolutos. No final de agosto esta categoria acumulava assim 2.234,5 milhões de euros.

Apesar da variação desta categoria de fundos desde o início do ano ser já de 123,6%, a categoria líder no crescimento desde o início de 2013 em termos percentuais é a dos fundos predominantemente obrigações. Estes fundos registam já 241,2% de crescimento, o que soma mais 68,3 milhões de euros em termos absolutos nos volumes geridos.

No entanto, a “taça” em termos absolutos  também pertence aos FEI de curto prazo que acumulam mais 1.235,0 milhões de euros desde que 2013 entrou em vigor.

No que diz respeito à evolução de quota de mercado, os FEI de curto prazo conseguiram passar para mais do dobro a sua predominância no mercado desde que 2012 terminou, já que nessa altura tinham uma quota de 8,1%, que agora é de 16,4%. Destaque também para os Fundo de Mercado Monetário euro que desde que 2012 teve fim aumentaram 3,1% a sua cota de mercado.
 

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos