Fundos Flexíveis: quem lidera nos primeiros oito meses do ano?


Os primeiros oito meses do ano podem ser caracterizados em diversas palavras, sendo que uma das que melhor define este período é flexibilidade. Depois de vários anos ‘mais rígidos’, a flexibilidade chegou, viu e venceu, estando a dominar grande parte do ano corrente.

Entre os quase duzentos fundos que compõem o mercado nacional, cerca de duas dezenas são classificados como “flexíveis’, por parte da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP. Precisamente, os dois fundos mais rentáveis nos primeiros oito meses do ano pertencem à mesma entidade gestora: a Optimize Investment Partners.

O fundo flexível que melhor desempenho regista em 2015, até ao final d agosto, é o Optimize Europa Valor, sendo seguido do Optimize Investimento Activo. O líder regista uma rendibilidade de quase 5,5% com quase 9 milhões de euros em património, com o sector mais representativo da carteira a ser o consumo cíclico, sendo seguido dos sectores industrial e de serviços financeiros. Ainda assim, o maior investimento em carteira vai para o ETF iShares Euro Government Bond 1-3y, gerido pela iShares.

Já o Optimize Investimento Activo regista uma rendibilidade de 4,56% nos primeiros oito meses do ano, sendo que aqui o maior investimento em carteira vai para dívida soberana francesa e, igualmente, o ETF iShares Euro Government Bond 1-3y. Ainda assim, em termos sectoriais, o segmento predileto é o industrial, o de consumo cíclico e, em terceiro lugar, o sector da saúde. Em conjunto, estes três sectores representavam mais de metade da carteira do produto.

Além destes dois produtos, apenas mais um consegue superar os 2% de rendibilidade no período. Trata-se do BPI Global, da responsabilidade da BPI Gestão de Activos. A rendibilidade do fundo é de 2,42% e as duas maiores posições do portfólio são investimentos realizados em divida soberana italiana e espanhola. Ainda assim, em termos sectoriais, o sector financeiro é o ‘favorito’, sendo seguido do industrial e do de consumo cíclico.

Destaque, ainda, para mais produtos que superam o 1% em termos de rendibilidade. São eles: o CA Flexivel da CA Gest, o Santander Global da Santander Asset Management e ainda o NB Plano Prudente que é gerido pela GNB Gestão de Ativos.

Os fundos flexíveis com rendibilidade positiva em 2015

FundosGestoraRendibilidade 2015 (%)
Optimize Europa ValorOptimize Investment Partners5,48
Optimize Investimento ActivoOptimize Investment Partners4,56
BPI GlobalBPI Gestão de Activos2,42
CA FlexívelCrédito Agrícola Gest1,82
Santander GlobalSantander Asset Management1,46
NB Plano PrudenteGNB Gestão de Ativos1,01
NB Plano CrescimentoGNB Gestão de Activos0,48
Banif IbériaBanif Gestão de Activos0,12
Fonte: APFIPP no final de agosto
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos