Fundos Flexiveis: o mês de novembro


Flexibilidade. Esta é uma das palavras que vai marcar, certamente, o ano de 2015. Entre os quase duzentos fundos de investimentos que se encontram domiciliados em Portugal, cerca de 25 são considerados de “fundos flexíveis por parte da a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP. Segundo a Associação, estes fundos “não assumem qualquer compromisso quanto à composição do património nos respectivos documentos constitutivos”.

Os cerca de 25 produtos existentes nesta categoria, registaram uma rendibilidade média no mês passado de 1,52%, segundo os cálculos disponibilizados pela Morningstar através da sua plataforma online. Na linha da frente, em termos de valorização no mês passado, encontramos dois produtos que investem no mercado brasileiro.

O fundo flexível mais rentável do mês de novembro foi o BPI Brasil, gerido pela BPI Gestão de Activos. A rendibilidade, no mês passado, foi de 8,13%, o que lhe valeu, também, o terceiro lugar entre os fundos com melhor comportamento do mês. No final de outubro o seu património ascendia a mais de 25 milhões de euros, com os maiores investimentos a irem para dívida pública e corporativa do país, além de ações da cotada Cia Transmissão de Energia Eléctrica.

O segundo produto flexível que registou melhor performance em novembro foi o NB Brasil. Gerido por Ricardo Santos da GNB Gestão de Ativos, registou uma rendibilidade de 4,18% no mês passado e, no final de outubro, geria pouco mais de um milhão de euros. Em termos de maiores investimentos em carteira, podemos encontrar dívida pública brasileira e ainda corporativa do banco Bradesco, além de ações da Telefonia Brasil e da Tim Participações.

Com 3,27% surge o NB Plano Dinâmico que também faz parte da panóplia de fundos geridos pela GNB Gestão de Ativos. No caso, este fundo é da responsabilidade de Susana Vicente. O seu património já ultrapassa os cinco milhões de euros com o maior investimento em carteira a ir para um futuro sobre o índice nipónico Nikkei 225. Podemos ainda encontrar, no portfólio, outros fundos da casa – NB Global Active Allocation e o NB Global Bond – além de dívida pública germânica.

Destaque, também, para o Optimize Europa Valor. Gerido pela Optimize Investiment Partners, o fundo registou uma subida de 2% no mês de novembro. O fundo gere um património superior a 9 milhões de euros com o maior investimento a ir para o último vencedor da categoria “Melhor Fundo Estrangeiro de Obrigações Curto Prazo” nos prémios Morningstar: o ETF iShares Euro Government Bond 1-3yr. Podemos encontrar também dívida da NOS e ainda ações da Swiss RE, da Munchener Ruck e da Total.

Novos fundos 

Ainda de realçar, no âmbito dos fundos flexívieis, é o facto de logo no início do penúltimo mês do ano se ter assistido ao nascimento de três novos fundos. A Optimize Investiment Partners lançou três produtos que se enquadram nesta categoria: o Optimize Selecção Defensiva, Optimize Selecção Base e ainda Optimize Selecção Agressiva. De acordo com Diogo Santos Teixeira, administrador da entidade e um dos gestores dos produtos – juntamente com Carlos Pinto e José Santos Teixeira – os “fundos pretendem ter uma alocação equilibrada e/ou dinâmica, com a exposição a ações a variar entre os 45% e os 85%”.

Os fundos flexíveis em novembro

Fundo GestoraRendibilidade novembro (%)
BPI BrasilBPI Gestão de Activos8,133
NB BrasilGNB Gestão de Ativos4,185
NB Plano DinâmicoGNB Gestão de Ativos3,279
Optimize Europa ValorOptimize Investiment Partners2,002
BPI AgressivoBPI Gestão de Activos1,655
NB Plano PrudenteGNB Gestão de Ativos1,335
NB Plano CrescimentoGNB Gestão de Ativos1,277
Banif Investimento ModeradoBanif Gestão de Activos1,116
Optimize Investimento ActivoOptimize Investment Partners1,035
BPI DinâmicoBPI Gestão de Activos0,915
BPI GlobalBPI Gestão de Activos0,735
Banif Investimento ConservadorBanif Gestão de Activos0,644
CA FlexívelCrédito Agrícola Gest0,551
NB Estratégia Ativa IIGNB Gestão de Ativos0,506
Banif Investimento DefensivoBanif Gestão de Activos0,501
NB Estratégia AtivaGNB Gestão de Ativos0,437
BPI ModeradoBPI Gestão de Activos0,393
Banif IbériaBanif Gestão de Activos0,371
Santander GlobalSantander Asset Management-0,013
Fonte: Morningstar no final de novembro
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos