Fundos Europa domiciliados em Portugal com perdas acima da média


Nos último três anos a Europa tem sido assolada por uma grave crise económico-financeira que tem feito estragos, sobretudo nas economias periféricas do Velho Continente. A crise arrastou a maioria das bolsas europeias para valores mais baixos que se fizeram sentir na gestão de carteiras dos fundos de investimento. Um dos indicadores que pode mostrar a recuperação é o Maximum Drawdown no período entre 1 de Outubro de 2010 e 30 de Setembro de 2013.

Apenas 17 em 2162

Foram 2162 os fundos de investimento estudados pela Morningstar, relativamente ao Maximum Drawdown. Desses apenas 17 são domiciliados em Portugal. Já o Luxemburgo aparece com 1009 fundos e a França com 493 produtos.

A média dos 2162 produtos com dados para a Morningstar sitou-se em -29,09%. Ou seja, esta foi perda de um investidor que tenha comprado no pico e tenha estado exposto ao mínimo da cotação do produto.

Portugal longe da média

Os fundos domiciliados em Portugal, da categoria Ações Europa, tiveram um Max Drawdown nos últimos três anos de -35,18%. É um valor alto em comparação com a média, ficando apenas á frente de países como a Estónia (3 fundos e -61,19%), Polónia (1 fundo e -42%) e da República da Maurícia (1 fundo e -36,6%).

Já a melhor média aparece nas Ilhas Virgens Britânicas que com 2 produtos tem uma amplitude de -22,45%. Logo depois aparece a Grécia com 2 fundos e -24,12% e o Reino Unido com 21 produtos e -24,52%.

-35% de média, amplitude de 20 pontos percentuais

Em Portugal, os opostos estão separados por 20 pontos percentuais. Na liderança aparece o Montepio Euro Healthcare com um Max Drawdown de -17,26%. Logo depois vem o Millennium Eurocarteira com -26,83%.

Já do lado oposto, vem o Montepio Euro Financial Services com um Max Drawdown de -47%, seguido de perto pelo Millennium Eurofinanceira com -43%.

PaísMax Drawdown 3Y (%)
Portugal-35,18
Espanha-34,49
Noruega-32,01
Austria-31,31
Suíça-30,96
Suécia-30,54
França-30,25
Itália-29,62
Alemanha-29,19
Holanda-28,90
Luxemburgo-28,34
Bélgica-28,20
Finlândia-28,19
Irlanda-26,53
Dinamarca-26,46
Reino Unido-24,52
Grécia-24,13

Este artigo está na base de uma análise do Max Drawdown dos últimos três anos de 17 fundos portugueses de ações europeias num universo de 2162 fundos que investem na mesma classe de ativos e que apresentam dados para o período. A média que se calcula é com os produtos de cada país e o total europeu dos 2162 fundos de ações europeias. Os dados foram retirados da Morningstar Direct.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos