Fundos estrangeiros: os sectoriais mais rentáveis dos últimos doze meses


O investimento em sectores específicos parece estar a ganhar um novo alento e os fundos estrangeiros disponíveis em Portugal, que investem nesse segmento, apresentam rendibilidades que fazem sorrir - e de que maneira - os investidores.

De acordo com os dados publicados pela Morningstar, os fundos sectoriais disponíveis em Portugal e que pertencem a entidades estrangeiras apresentam uma rendibilidade média, nos doze meses anteriores ao final do mês de outubro, de 11,38%. A liderança vai para o sector da Biotecnologia que apresenta uma rendibilidade média de 56%, seguido do sector da Saúde com 34%.

Liderança nas infraestruturas

Apesar das categorias mais rentáveis dentro dos sectoriais serem a de biotecnologia e a saúde, o melhor fundo pertence ao sector das infraestruturas. Gerido pela Amundi, o fundo Amundi Fds Eq India Infrastructure que investe exclusivamente em infraestrutures na Índia, apresenta uma rendibilidade de 74,15%. Na sua carteira podemos destacar empresas como a Reliance Industries, a Shree Cements ou a Havells India. Segundo a política de investimento do produto, o fundo procura “a capitalização dos líderes da infraestrutura na Índia para gerar um crescimento a longo prazo”.

A partir do segundo lugar da lista entram em cena os fundos do sector da biotecnologia. A segunda posição é ocupado pelo UBS (Lux) EF Biotech (USD) P-acc da UBS Global AM com ganhos de 60,52%, seguido do Franklin Biotechnology da Franklin Templeton com 58,16%. Destaque, ainda, para o DWS Biotech gerido pela Deutsche Asset & Wealth Management (Deutsche AWM). De realçar que todos estes produtos apresentam estrelas Morningstar e têm na sua carteira cotadas como as norte-americanas Gilead Sciences, Biogen ou Amgen.

Saúde diz “presente”

Também os fundos que investem em empresas ligadas ao sector da saúde fazem parte da lista. Destaque para os fundos JPM Global Healthcare da J.P.Morgan AM, DWS Healthcare e ainda para o UBS (Lux) Healthcare. Os três produtos apresentam rendibilidades a rondar os 35% nos últimos doze meses. De notar que todos estes produtos têm na sua carteira cotadas como a norte-americana Johnson & Johnson ou as suíças Novartis e Sanofi.

Os 20 fundos mais rentáveis nos últimos doze meses

FundoGestoraRendibilidade 1 ano (%)Ativos sob gestão
Amundi Fds Eq India InfrastructureAmundi74,155 29 880 982,95 €
UBS (Lux) EF Biotech (USD) P-accUBS Global AM60,524 1 010 739 720,86 €
Franklin Biotechnology Disc IFranklin Templeton Investments58,169 2 059 492 053,64 €
DWS BiotechDeutsche AWM55,025 355 924 705,00 €
Candriam Eqs L Biotechnology NCandriam52,992 513 323 985,32 €
Pictet Generics-HIPictet39,437 688 730 094,00 €
JPM Global Healthcare D (acc)JPMorgan AM36,389 2 060 954 093,28 €
DWS HealthCare Typ ODeutsche AWM35,900 307 629 701,00 €
UBS (Lux) EF Health Care (USD) PUBS Global AM35,034 125 500 416,42 €
Parvest Equity World Health CareBNP Paribas IP34,871 385 789 773,95 €
Fidelity Global Health CareFidelity34,036 711 482 278,00 €
ING (L) Invest Health Care PING Investment Management33,959 306 197 353,78 €
Pictet-Biotech-HPPictet33,887 1 174 725 900,36 €
Pictet Biotech-HIPictet32,458 1 174 725 900,00 €
Eurizon EasyFund Eq Pharma LTE REurizon Capital30,697 57 765 705,00 €
Parvest Equity World TechnologyBNP Paribas IP28,876 108 916 589,00 €
DWS TechnologyDeutsche AWM28,019 231 000 959,00 €
Franklin Technology AFranklin Templeton Investments27,643 609 755 258,57 €
MS INVF Global Infrastructure AMorgan Stanley26,420 560 914 073,57 €
Allianz Global Agricult TrendsAllianz26,361 213 662 188,00 €
Análise Funds People a partir dos dados disponibilizados pela Morningstar a 31 de outubro.
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos