Fundos estrangeiros com dois terços do valor total dos fundos de fundos


São mais de 355 milhões os euros que estavam investidos, no final de setembro, nos fundos de fundos registados na CMVM (16 produtos mais um fundo que a APFIPP também classifica como fundo de fundos). Do somatório de todos os produtos, o valor total fixou-se em 355.597.708,68 euros, sendo que 238 milhões pertencem aos fundos de gestoras estrangeiras e apenas 117 milhões às gestoras nacionais. Ainda assim, o valor médio investido é bem maior nos fundos nacionais do que nos internacionais. As gestoras nacionais têm investido nos produtos nacionais, em média, 1,6 milhões de euros enquanto que nos internacionais o valor fixou-se nos 546 mil euros.

 

Quem mais investe

Entre as gestoras nacionas, é a Millennium Gestão de Activos aquela que mais investe, tanto em fundos nacionais como em fundos internacionais. Nos fundos portugueses o valor atinge os 71 milhões de euros, enquanto que nos internacionais fixa-se nos 149 milhões de euros. Em segundo lugar aparece a Caixagest com 12 milhões de euros em fundos próprios e 42 milhões em fundos estrangeiros.

Euro domina 

Entre as quatro moedas presentes nos investimentos (Euro, Libra Esterlina, Dólar e Iéne), é a moeda única europeia a grande dominadora com 69% dos investimentos, ou seja, com 352 dos 507 fundos que compões as carteiras dos 17 fundos de fundos. Logo depois aparece o dólar com 29% que representa 145 dos 507 produtos. Já o Iéne aparece em 9 produtos enquanto a Libra Esterlina destaca-se apenas num fundo de investimento.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos