Tags: Obrigações | Ações |

Fundos do mercado monetário preferidos em agosto


O “impasse político em Itália que poderá colocar a estabilidade da zona Euro em risco, os prazos e as condições indefinidas da FED e o debate em torno do teto da dívida dos EUA e ainda a eventual resposta militar dos EUA contra o governo sírio” são os principais acontecimentos da semana e que podem deixar os “mercados nervosos”, para a J.P. Morgan, através da sua publicação semanal Market Insights.

Segundo a gestora, estas preocupações podem ser “catalisadores de uma correção dos principais ativos de risco, que beneficiam de um risco crescente e que permanece em níveis elevados.

Maior aposta no mercado monetário

Nas últimas semanas, os fundos do mercado monetário têm sido os preferidos dos investidores. Segundo a publicação da J.P. Morgan, na semana que terminou a 23 de agosto houve um fluxo nos fundos do mercado monetário de 15,4 mil milhões de dólares. Já na semana anterior o valor se tinha situado nos 2,4 mil milhões. Os fundos de ações também estão com subscrições positivas nas últimas semanas, no entanto com valores mais modestos (na semana que terminou a 23 de agosto o valor de subscrições líquidas atingiu os 1,3 mil milhões e na semana anterior os 1,5 mil milhões de dólares). Em sentido contrário, estão os fundos de obrigações que tiveram um captação líquida negativa durante todo o mês de agosto, tendo atingido na semana que terminou no dia 23 os 7,4 mil milhões de dólares.

Mercados emergentes recuperam

Na semana que terminou a 23 de agosto, os grandes vencedores nos mercados acionistas são os emergentes (MSCI EM) sendo os únicos que valorizaram (0,1%). Já a maior queda deu-se no mercado espanhol, que perdeu na semana 4,6% do seu valor.

Desde do início do ano, o grande vencedor é o TOPIX, com um crescimento na ordem dos 30%, que aumenta para 52% nas últimas 52 semanas.

Nos mercados observados pela gestora, apenas o MSCI Brasil apresenta rendibilidades negativas nos últimos doze meses. Já desde do início do ano, aparecem negativos o MSCI EM e o MSCI China, evidenciando problemas nos mercados emergentes.

Segmento financeiro no Top 3

As ações de empresas do sector financeiro estão no pódio das maiores rendibilidades por segmento, nos últimos doze meses, apresentando uma valorização de 28,4%, estando apenas atrás das empresas do consumo discricionário (32,8%). A fechar o pódio estão as empresas da área da saúde com uma valorização de 28,1% no último ano.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3
Anterior 1 3

O Mais Lido

Próximos eventos