Tags: Pensões |

Fundos de pensões nacionais em 2015 com rendibilidade de 2,4%


Depois de dois meses em que a rendibilidade mediana estimada dos fundos de pensões portugueses teve valor positivo, o último mês do ano trouxe este indicador para terreno negativo. Os dados são da consultora Mercer e apontam que esse valor em dezembro foi de -1,2%. Entre os ativos que compõem a carteira desses produtos, o destaque pela negativa vai para as ações europeias que caíram 3,8% no mês passado.

Para o Partner da Mercer, Rui Guerra, "os fundos de pensões portugueses obtiveram em dezembro uma rendibilidade mediana estimada de -1,2%, devido ao desempenho negativo das ações e obrigações. Apesar da performance positiva em 2015, a mediana de mercado dos fundos de pensões portugueses durante o ano foi a mais baixa desde 2011. O mês de Dezembro ficou marcado pela subida da taxa de juro nos EUA em 25bps. No mercado obrigacionista observou-se uma subida generalizada das yields, que contribuiu para a performance negativa desta classe. O mercado acionista obteve performance negativa devido à subida das yields e aos resultados empresariais e dados económicos inferiores às expectativas.”

Balanço positivo em 2015

Analisar o mês de dezembro é sinónimo de também se verificar o comportamento durante o ano civil. Os dados da Mercer apontam para uma rendibilidade mediana estimada do mercado durante todo o ano passado de 2,4% com as ações europeias a serem o grande motor deste resultado com ganhos de 5,5%.

Fonte: Mercer no final de dezembro de 2015

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos