Tags: Pensões |

Fundos de pensões investem mais em fundos de investimento


O Instituto de Seguros de Portugal (ISP) apresentou dados relativos ao terceiro trimestre, no que diz respeito às carteiras dos fundos de pensões nacionais. Segundo a publicação, o valor investido em fundos de investimento dentro das carteiras dos fundos de pensões atinge os 3,95 mil milhões de euros, o que representa 27% do valor total, sendo este o que tem mais peso em toda a carteira. Esse valor é o mais alto desde do final do primeiro trimestre de 2012 quando totalizou 4,38 mil milhões euros.

O valor investido em fundos de investimento tem a maior fatia da carteira desde meados de 2010, onde a maior posição pertencia às obrigações de entidades privadas, com 5,39 mil milhões dos 21,03 mil milhões do total da carteira. Nos anos que antecederam ao final do primeiro semestre de 2010, essa categoria dominou a carteira dos fundos de pensões nacionais.

Destaque, ainda, para o valor constante em “terrenos e edifícios”, que tem oscilado entre 1,7 e 1,8 mil milhões de euros nos últimos anos.

Valor total da carteira em máximos

Já o valor total da carteira está no valor máximo desde do terceiro trimestre de 2011 quando atingiu 18,3 mil milhões. Dois anos depois o valor está nos 14,58 mil milhões de euros.

Veja a evolução das categorias presentes nas carteira dos fundos de pensões nos últimos cinco anos

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3
Anterior 1 3

Próximos eventos