Tags: Pensões |

Fundos de Pensões crescem 13% em 2014


Nem tudo foram más notícias em 2014. Depois dos fundos de investimento mobiliários terem perdido em 2014 cerca de 6,7% do valor sob gestão, os fundos de pensões apresentam a situação inversa ao crescerem mais de 13% para os 16.718 milhões de euros, segundo o último relatório referente a este segmento publicado pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP).

O mercado continua a ser amplamente dominado pelos fundos fechados, já que estes representam 89,2% do mercado, o que equivale a mais de 14.900 milhões de euros. Com cerca de 8,3% do mercado aparecem os ‘outros fundos de pensões abertos’, seguido dos Fundos PPR com uma quota de mercado de 2,5%. Já os fundo PPA representam menos de 0,1% do mercado, correspondendo a um montante sob gestão de 1,8 milhões de euros.

Quais os maiores fundos de cada categoria?

De acordo com a Associação, o mercado dos fundos de pensões era composto, no final do ano passado, por 190 produtos, divididos nas categorias acima referidas. O maior produto da categoria ‘outros fundos de pensões abertos” foi o Caixa Reforma Prudente, gerido pela CGD Pensões, com mais de 316 milhões de euros sob gestão.

Seguem-se dois fundos geridos pela Futuro. O primeiro trata-se do maior fundo entre os 'Fundos PPR' e denomina-se por PPR 5 Estrelas com mais de 140 milhões de euros. O segundo é um 'Fundo PPA' - o PPA Acção Futuro - com 1.720 milhões de euros sob gestão.

Quanto aos fundos fechados, são desconhecidos os maiores fundos neste segmento.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos