Fundos de obrigações com o maior montante sob gestão em Portugal


Com quase 7 mil milhões de euros sob gestão, os fundos de investimento mobiliários abertos criados em Portugal, representam mais de 0,1% de toda a industria europeia que atinge 6.690 mil milhões de euros. Segundo os dados da Associação Europeia de Fundos e Gestão de Ativos (EFAMA), os FIM Abertos em Portugal, de obrigações, apresentam um valor sob gestão de ascende a 1,8 mil milhões de euros, acima de países como a Bulgária, Eslovénia, Eslováquia, Grécia ou Roménia. Ainda assim, do valor total sob gestão, os fundos portugueses de obrigações investem quase a sua totalidade na Zona Euro.

Fundos de ações com quase mil milhões

Os fundos abertos de ações atingiram, em Portugal, 967 milhões de euros, no final de setembro. O valor é modesto, mas está acima de países como a Bulgária, Malta ou a República Checa. O total destes fundos, na Europa, é de 2.398 mil milhões de euros. Destes 967 milhões, 360 estão investidos na Europa e 242 milhões em empresas nacionais.

Já nos fundos mistos, Portugal apresentava sob gestão, no final de setembro, mais de 750 milhões de euros.

Os fundos de tesouraria ficam no segundo lugar, com 970 milhões de euros, e Portugal fica acima de países como Áustria, Grécia ou Dinamarca.  A totalidade do valor gerido está na Zona Euro.

Luxemburgo lidera

De todos os países que compõem o ranking, a liderança vai para o Luxemburgo, com 2.126 mil milhões de euros. O segundo lugar pertence à França e o terceiro à Irlanda, com 1.026 e 1.103 mil milhões, respetivamente. O Luxemburgo lidera em todas as categorias (ações, obrigações e mistos), excepto nos fundos de tesouraria onde deixa escapar a liderança para a França.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3 4
Anterior 1 3 4

O Mais Lido

Próximos eventos