Tags: Consultoria |

Fundos de investimento mobiliário crescem nas carteiras de gestão de patrimónios


Os dados da APFIPP mostram que no final de fevereiro o valor das carteiras sob gestão discricionária totalizava 56.792,3 milhões de euros, o que representa um aumento de 1,2% face ao mês anterior.

Os fundos de investimento mobiliário fecharam o mês com uma representação de 6,1% do valor total da carteira, enquanto os imobiliários caíram para os 3%. Em termos percentuais, houve um movimento na mesma proporção, embora com valores diferentes, na ordem dos 0,1%.

Investimento em euros também cresce

Também a percentagem da carteira que está investida em euros cresceu dos 97,9% para os 98,1%. Esta subida fez-se à conta da descida dos investimentos em dólares, que viram a sua participação descer de 1,3% para 1,1%.

Caixagest cimenta liderança

A Caixagest continua a ser a entidade que tem maior valor de ativos sob gestão, tendo fechado o mês de fevereiro com mais 1,2% do que nos mês anterior, para os 20,3 mil milhões de euros. Já a F&C Portugal fechou o segundo mês do ano com 14 mil milhões de euros, enquanto a ESAF fechou o top 3 com 9,6 mil milhões de euros em ativos sob gestão.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos