Fundos de ações valorizaram quase 6% no último trimestre de 2013


O mercado nacional de fundos de investimento subiu, em média, 2,6% durante os últimos três meses do ano, segundo os dados publicados pela Morningstar. Foram 235 fundos analisados, sendo a classe de ações aquela que mais valorizou, atingindo os 5,88%. A dominar o ranking no período analisado vem o Millennium PPA, da Millennium Gestão de Activos que atingiu uma rendibilidade de 18,44%. Logo depois vem o Santander  PPA com ganhos na ordem dos 18,22% e para finalizar o top3 aparece o BPI Poupança Acções com uma valorização de 17,97%. De destacar, ainda, que os onze primeiros lugares dos fundos de ações pertencem exclusivamente a fundos de ações que investem no mercado português.

Alocação em segundo lugar

Com 2,06% de ganhos médios nos 71 fundos de investimento, a classe de alocação foi a segunda com melhores rendimentos para os investidores. Nesta classe de ativos, a liderança coube ao Invest AR PPR da Invest Gestão de Activos que conseguiu no último trimestre ganhos de 7,89%. Em segundo lugar aparece o ES Premium da ESAF que conseguiu uma valorização de 6,3%. Com 6,1% vem o Patris Valorização, fechando assim o top3 dos melhores fundos de alocação do quatro trimestre do ano passado.

Alternativos fecham o pódio

Os dois fundos de classe Alternativos, para a Morningstar, fecharam o pódio das classes mais rentáveis no último trimestre do ano. Os dois produtos conseguiram atingir uma média de 1,87%, com a liderança a pertencer ao Banif Gestão de Activos, através do fundo Banif Ibéria que conseguiu uma valorização de 4,4%.

 

(Análise Funds People a partir de dados cedidos pela empresa de análise Morningstar)
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos