Fundos Ações Portugal batem PSI-20


Os gestores de fundos de ações Portugal estão a ter bons resultados nos últimos meses. Esta é a grande conclusão quando se compara os resultados mensais do PSI-20 com os mais de 10 fundos que investem nas empresas nacionais, com a base da comparação a ser os dados da Morningstar.

Nos últimos quatro meses, o PSI-20 valorizou em termos  médios mensais, 3,03%. Já os fundos de ações Portugal cresceram 4,04%, ou seja, cerca de 1 ponto percentual acima do seu benchmark.

Outubro foi o melhor mês

Em termos mensais, o mês de outubro foi aquele que mais contribuiu para a média do período, com o PSI-20 a crescer 5,10% e os fundos de ações Portugal a elevarem a fasquia para os 7,45%. Para este valor em muito contribuíram os fundos PPA da Millennium Gestão de Activos e do Santander Asset Management.

Agosto é mês de silly season

Agosto foi o mês, dos últimos seis, onde os fundos de ações Portugal não conseguiram bater o seu benchmark. Ambos os lados apresentaram uma rendibilidade média de 1,5%, sendo que nos mês o grande destaque, pela positiva, vai para os fundos AR Médias Empresas Portugal da Invest Gestão de Activos e para o Acções Portugal do Santander Asset Management.

Homogeneidade...só às vezes

Apesar dos mais de 10 fundos que investem em Ações Portugal apostarem no mesmo mercado, só nalguns meses existe uma maior homogeneidade no que diz respeito às rendibilidades. Julho foi um mês onde houve ganhos mais homogéneos entre todos os fundos, já que a rendibilidade se situou entre os 4 e os 6%.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos