Tags: Alternativos |

Fundos abertos de acumulação ganham terreno em abril


A indústria de fundos de investimento imobiliário fechou o mês passado com um valor líquido global de 12.138 milhões de euros, segundo os últimos dados apresentados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP). Face ao mês anterior houve uma queda de 0,3% que se traduz numa diminuição de 1,2% desde do final do ano passado.

Das seis categorias que compõem os fundos imobiliários, apenas duas apresentam valorizações face ao mês anterior: Fundos Abertos de Acumulação e os Fundos Florestais.

Os fundos abertos de acumulação fecharam o mês de abril com mais 0,1% do que no mês de março, totalizando 2.163 milhões de euros, consolidando a sua posição logo atrás dos fundos fechados. Já os fundos florestais cresceram na mesma proporção percentual, para os 53,2 milhões de euros.

Os fundos fechados mantêm a liderança com 52,3% do total do volume gerido pelos fundos imobiliários, mesmo depois da queda de 0,4% nos ativos sob gestão face ao mês anterior.

Património imobiliário também caiu

No que diz respeito ao património imobiliário, também tem havido uma tendência de descida em 2014. Os dados da APFIPP mostram que no final de abril o valor ascendia a 14.137 milhões de euros, menos 0,3% do que no mês anterior e menos 1,3% face ao final do ano passado. O valor total do património imobiliário representa 116,5% do total das carteiras dos fundos imobiliários.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos