Flexíveis e convertíveis: conheça os fundos de obrigações que deram que falar nas plataformas


Agosto foi sem dúvida um mês de expoente máximo para as ações.... pelo menos no que toca às preferências dos investidores das três plataformas nacionais – BiG, Banco Best, ActivoBank – e ainda na plataforma de fundos do Banco Invest. Os fundos de obrigações pode dizer-se que foram dando um “ar da sua graça” nesta lista de mais subscritos do oitavo mês do ano. Flexibilidade e diversificação voltaram a ser palavras chave, principalmente num mês em que essas caraterísticas foram exigidas ao máximo. Contudo... há algumas novidades nos nomes dos fundos referentes a este universo.

Por exemplo, no que toca à presença de fundos de obrigações convertíveis, para além de figurar da lista o habituée  Schroder ISF Global Convertible Bond, gerido pela Schroders, neste mês junta-se à lista um fundo da J.P. Morgan AM, que prima pelo mesmo tipo de investimento. Falamos do JPMorgan Global Convertibles Fund EUR. Analisando as cinco maiores posições da carteira de cada um dos fundos, através da página online da Morningstar, verifica-se que ambos partilham apenas uma posição: exposição à empresa latino-americana América Movil.

No que toca ao campo da flexibilidade e da diversificação aparecem dois nomes que já costumam figurar de outras listas. Falamos do PIMCO Unconstrained Bond, gerido pela PIMCO, que tem como objetivo “buscar o máximo retorno no longo prazo, consistente com a preservação do capital, bem como a gestão prudente do investimento”. De regresso ao top de mais subscritos esteve um fundo da Jupiter AM, que também partilha com o antecessor a flexibilidade. O The Jupiter Global Fund - Jupiter Dynamic Bond Class L EUR Q Inc, é um dos fundos habituée destes rankings, e é um produto que atualmente, tal como Katharine Dryer já fazia menção em março durante um pequeno almoço em Lisboa, continua a privilegiar em carteira o investimento em obrigações australianas.

Um pouco de periferia europeia  

Neste caminho da diversificação é a vez da Fidelity Worldwide Investment aparecer, com o fundo Fidelity F Euro Bond A. Ao contrário dos produtos referidos atrás, que se centravam num investimento global, este fundo investe, “principalmente em obrigações denominadas em euros”. Desta feita, em carteira, o produto, segundo as informações online da empresa de análise acima referida, tem nas suas cinco maiores posições dívida governamental de Itália, Alemanha e França. A maturidade efectiva da carteira é de 10.14, enquanto a duração efectiva é de 5.99.

Exclusivamente dedicado às obrigações governamentais é o fundo Deutsche Inv I Euro Gov Bonds NC, gerido pela Deutsche AWM, que tal como o fundo anterior aposta na dívida dos mesmos países já enunciados.

Fundos de obrigações estrangeiros mais subscritos nas plataformas em agosto

Fundo GestoraCategoria/Região 
PIMCO Unconstrained BondPIMCO Obrgações Flexíveis Globais 
Schroder ISF Global Convertible BondSchrodersObrigações convertíveis/ Global
JPMorgan Global Convertibles Fund EURJ.P. Morgan AMObrigações convertíveis/ Global
The Jupiter Global Fund - Jupiter Dynamic Bond Class L EUR Q IncJupiter Asset ManagementObrigações Flexível Globais
Deutsche Inv I Euro Gov Bonds NCDeutsche AWM Obrigações governamentais 
Fidelity F Euro Bond AFidelity Worldwide InvestmentObrigações diversificadas
Fonte: Informação cedida pela BiG, Banco Best e ActivoBank 
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos