Explorar as oportunidades de risco/retorno com uma proteção para as quedas


A incerteza política no início do verão na Zona Euro fez com que os investidores ficassem nervosos. Combinado com alguns dados macroeconómicos mais débeis do que o esperado, por exemplo da China, temos visto os mercados de ações e de commodities retroceder. No entanto, desde então, a incerteza política esclareceu-se, porque o BCE mostrou-se disposto a dar o seu apoio. Esta mistura de dados traduziu-se em volatilidade, que poderá persistir.

O fundo UBS Equity Opportunity Long/Short destacou-se neste contexto. Gerido por Max Anderl, partilha o mesmo processo de seleção de ações utilizado pelo bem sucedido UBS European Opportunity Unconstrained. O processo consiste em identificar posições longas com potencial de subida e um risco de queda limitado, e posições curtas com caraterísticas opostas. Historicamente, isto tem-se traduzido em retornos atrativos em diferentes contextos de mercado.

Na recente correção de mercado o MSCI Europe caiu -10,5%, enquanto que o fundo apenas baixou -0.9%. À posteriori, na recuperação, o fundo comportou-se em linha com o índice MSCI Europe, apesar de ter uma exposição líquida de 50%, exibindo uma relação atrativa entre risco/retorno e uma baixa volatilidade. O fundo ganhou o prémio ‘Investor’s Choice Equity Fund of 2014’, e é um fundo UCITS com liquidez diária. 

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos