Tags: Negócio | ETF | Alternativos |

ETFs estão quase a superar os hedge funds em termos de património


Vinte cinco anos depois do nascimento dos produtos cotados, os ETF estão quase a marcar um novo record: segundo um relatório publicado pela empresa independente de análise e consultoria ETFGI, criada por Debora Fuhr, o património gerido pelos produtos cotados poderá superar o dos hedge funds no segundo trimestre do ano.

Como mostra o gráfico abaixo, os ativos investidos em ETP/ETF marcaram  um novo record de 2,926 de dólares no final do primeiro trimestre de 2015, apenas 13.000 milhões de dólares abaixo dos 2,939 biliões geridos pelos hedge funds em todo o mundo, segundo dados do Hedge Fund Research (HFR).

Património gerido em todo o mundo a 31 de março de 2015

Como se pode verificar os ETP/ETF têm vindo a registar um crescimento patrimonial muito mais forte do que os hedge funds nos últimos anos, facto que os especialistas da ETFGI atribuem ao mau comportamento registado por estes produtos, sobretudo em comparação com o S&P 500.

Tendo em conta que os produtos cotados oferecem liquidez diária e que as comissões são muito inferiores às dos hedge funds – a análise desenvolvida pela consultora britânica estima o custo anual médio ponderado por ativos em 31 pontos básicos para os ETP/ETF, enquanto que a maioria dos hedge funds aplicam uma comissão de 2% sobre os ativos, e de 20% sobre os lucros – não é de estranhar que os fluxos líquidos em direção aos produtos cotados tenha sido muito superior ao dos hedge funds.

Rentabilidades dos HF vs S&P 500 e fluxos líquidos em direção a ETP/ETF e HF

 

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos