Tags: Obrigações | Ações | EUA |

Estados Unidos continuam a ser o mercado preferido fora da Europa


O estudo da consultora PwC intitulado “European Institutional Investors” mostra como é que os investimentos (ações, obrigações, derivados, etc.) se movimentam para fora do Velho Continente. De acordo com o que foi publicado pela consultora, os investimento com origem europeia mas fora do continente ascenderam a 6.446 mil milhões de dólares.

Entre as regiões, aquela que tem maior valor investido é a América do Norte, com 3.711 mil milhões de dólares. Desse valor, 94% (cerca de 3500 mil milhões) está alocado aos Estados Unidos e os restantes 6% ao Canadá. Acima dos 1.000 mil milhões de dólares aparece apenas mais uma região, no caso Ásia & Rússia, com 1.316 mil milhões de euros. Nesta região o grande destaque vai para o investimento no Japão, com 41% do total, ou seja, cerca de 540 mil milhões de dólares.

América do Sul com quase 1.000 mil milhões

A América do Sul continua a ser um mercado em franco crescimento. O valor total do investimento europeu nesta região atingiu os 922 mil milhões de dólares, sendo a terceira região do globo onde os europeus mais investem. As Ilhas Caimão seguem na linha da frente com uma percentagem de 44%, seguido do Brasil com 24%. Mais longe aparecem o México e as Bermudas, com 8% e 7%, respetivamente.

Mercados mais pequenos

África, Médio Oriente e Oceânia continuam a ser as regiões mais distantes para os investimentos europeus. As três regiões totalizam um investimento de 497 mil milhões de dólares. Entre os países mais representados, destaque para a Austrália com 277 mil milhões, a Turquia com 65 mil milhões e a África do Sul com 61 mil milhões de dólares.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos