Tags: Estilo |

Essência de Coupé


Sempre nutri uma atração muito particular por este tipo de carroçarias. Longas, esguias, quase sensuais… Uma linha de tejadilho mais baixa, vias largas e com apenas duas portas! A verdadeira essência do Coupé

Como alguém muito especial costuma dizer: ‘Parece uma caneta!’

Este novo E220d Coupé é tudo isto e mais qualquer coisa ainda. É um Coupé lindíssimo, dono de um desenho elegante e muitíssimo requintado, conciliando um ar desportivo q.b. com uma pose verdadeiramente aristocrática. São mais de 4,80m de automóvel, com uma generosa distância entre eixos de quase 2.90m!

Este carro, esta filosofia de automóvel…. Que tentação para o ‘gajo dos 30 carros e meio’ http://thecarlounge.pt/o-gajo-dos-30-carros/

A versão em ensaio, recorre à motorização base 220d e caixa automática 9G-Tronic, apresentando preços a partir de 62.950€. Como é hábito na marca, este valor é apenas um ponto de partida para um infindável leque de opcionais e combinações de personalização que, no caso deste modelo AMG Line em particular, resultam num preço final superior a 80.000€.

O peso superior a 1.700kg não coloca dificuldades de maior aos 194cv disponibilizados pelo 2.0 litros diesel, logrando atingir mais de 240km/h de velocidade máxima e rubricar uma aceleração de 0-100km/h em apenas 7.4s. Os 400Nm de binário máximo, disponíveis logo a partir das 1.600rpm, aliam-se à ultra suave caixa de 9 relações automática, resultando numa aceleração vigorosa e sem quebras, para velocidades proibitivas, sem que os quatro passageiros a bordo sejam incomodados, quer por ruído da mecânica, quer por alguma espécie de ruído proveniente do exterior.

Por outro lado, a boa performance permitida por este 4 cilindros é notada também ao nível dos consumos, pois mesmo em velocidades de cruzeiro superiores aos limites legais, os valores registados pouco se afastaram de 6.5ltrs/100.

Aguardo com expectativa por versões mais ‘musculadas’ e multicilíndricas, que permitirão colmatar o fator ‘sonoro’, ausente neste E220d Coupé.

Sendo mais um ‘GT’, do que um desportivo, quatro passageiros viajam confortavelmente a bordo, mesmo que os ocupantes traseiros meçam qualquer coisa como 1.85m. A mala peca por não ser das mais generosas, dado que os seus 425litros são facilmente ultrapassados pela média de 450/60 litros do seu segmento.

O acesso aos lugares dianteiros processa-se sem qualquer problema, dadas as suas grandes e pesadas portas. No entanto, se estacionarmos demasiado próximos do ‘vizinho’ do lado, a dimensão das portas joga contra nós, exigindo algum contorcionismo da nossa parte. Nada que não se resolva com a App disponibilizada pela marca, que nos permite estacionar e tirar o carro do lugar, sem necessidade de aceder ao interior do veículo http://thecarlounge.pt/mercedes-self-parking/

O acesso aos lugares traseiros é facilitado pelo generoso ângulo de abertura das portas e pelo recolher elétrico dos bancos dianteiros. Ainda assim, entrar e sair nunca é fácil e obriga sempre a alguma ginástica.

O interior alinha com o apuro estético exterior e, como se não bastasse, a robustez e qualidade de montagem apresentam-se num plano difícil de igualar. A escolha particular presente no modelo ensaiado é muito bem conseguida, permitindo conciliar a desportividade dos tons pretos/vermelhos com o classicismo de um grande Coupé. Nota máxima!

Ao volante, é difícil sentirmo-nos melhor sentados, sendo presenteados com uma miríade de comandos não só intuitivos e de muito fácil utilização, como também possuidores de um apuro tecnológico que nunca deixa de me surpreender.

Destaco os faróis MultiBeam LED com função de máximos automáticos que transformam a noite em dia, garantindo ausência total de encandeamento para carros à nossa frente ou em direção contrária. Um opcional a considerar.

O sistema de assistência à condução Plus, que nos permite conduzir… perdão, ser conduzidos, durante longas viagens em autoestrada, sem que mais precisemos fazer que ‘apoiar’ a mão no volante… Soberbo!

http://thecarlounge.pt/mercedes-e220d-station/

Graças a um generoso depósito de 66 litros e com os consumos médios já referidos, podemos contar com autonomias médias de quase 1.000kms, reforçando o carácter deste E220d Coupé como um grande estradista.

Contando com uma suspensão convencional e jantes de 19 polegadas com pneus de baixo perfil, o conforto de rolamento é de elevada qualidade, com um pisar extremamente suave. O isolamento acústico e robustez de construção garantem viagens silenciosas a bordo, mesmo se optarmos por circular a velocidades mais altas. Caso o silêncio seja demasiado incomodativo, o sistema de som by Burmester, com 14 altifalantes, encarrega-se de transformar o interior deste Coupé numa verdadeira sala de concertos!

Dentro das suas muitas virtudes, a envolvência na condução não é propriamente uma delas, tratando-se este E220d de um Coupé que se demarca não apenas como um símbolo de status, mas também como um item de bom gosto e exclusividade Alemã.

Venha o E63S Coupé, bitte!

Mais fotos em http://thecarlounge.pt/mercedes-e220d-coupe/

Profissionais

O Mais Lido

Próximos eventos