Tags: Obrigações | Ações | EUA |

Economia a duas velocidades


Os mercados de capitais continuaram a aumentar no início da semana passada, batendo novos máximos, antes de diminuir ligeiramente pela incerteza da Reserva Federal norte-americana. Esta é a perspetiva de Russ Koesterich, estratega-chefe Global da iShares da BlackRock.

Até ao final da semana passada, os mercados foram capazes de sustentar ganhos modestos, com o Dow Jones a subir 0,3% e o S&P500 a valorizar 0,1%. Já o Nasdaq Composite caiu 0,5%. Nos mercados de obrigações, o tesouro norte-americano subiu ligeiramente de 2,51% para 2,62%.

Economia de duas velocidades

Recentemente, houve um crescimento lento na economia norte-americana e nas economias globais. Um olhar mais atento dos dados revelam que existe alguma divergência entre as diferentes áreas da economia. Especificamente, a economia dos EUA parece estar a crescer a duas velocidades: a produção está a expandir enquanto o mercado de trabalho e o consumo das famílias continuam a ser dominados.
A semana passada ilustra esta tendência. No lado positivo, todos os dados de produção cresceram mais do que o esperado. Do lado negativo, o crescimento do emprego manteve-se fraco, com apenas 130 mil novos postos de trabalho no mês de setembro.

Na China, o crescimento recuperou bem no segundo trimestre, mas continua a ser liderado pelo investimento e pelos gastos em infraestruturas, em vez do consumo das famílias. Há também algumas parecenças com a Europa. Em Espanha, por exemplo, a economia está a crescer de forma moderada, sendo que esse crescimento está a ser liderado pelas exportações. Já o desemprego mantém-se em níveis recordes.
 

Treasuries continuam a parecer pouco atrativos

Nos níveis atuais não acreditamos que os treasuries sejam atraentes, pelo menos no curto prazo. Tem havido alguma pressão descendente sobre os rendimentos graças a alguns dados económicos que foram decepcionantes.” Ainda assim, os dados de produção permanecem fortes e a FED parece estar determinada a diminuir o ritmo das suas compras de ativos até ao início do próximo ano.

Ações cíclicas estão atrativas

Dentro da classe das ações “acreditamos que a recuperação na produção suporta um overweigth em ações cíclicas”. Em geral, as empresas cíclicas são mais baratas do que as empresas defensivas e também podem beneficiar com as melhorias da economia global. As empresas cíclicas norte-americanas ganharam cerca de 4,5%, o que é aproximadamente o dobro do ritmo dos sectores mais defensivos.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3
Anterior 1 3

O Mais Lido

Próximos eventos