Tags: Estilo |

E porque hoje é dia Mundial do Teatro deixamos-lhe sugestões


Foi há 50 anos atrás que Jean Cocteau proferiu a mensagem que inaugurava as celebrações do primeiro Dia Mundial do Teatro, criado pelo Instituto Internacional da UNESCO. Para comemorar a efeméride, a Funds People Portugal apresenta-lhe algumas sugestões especiais para fazer jus ao dia.

Teatro Nacional D. Maria II

O Teatro Nacional D. Maria II em Lisboa é uma das “casas” a assinalar esta data. Para toda a família, em especial para as crianças, o teatro apresenta o espetáculo interativo “No tempo em que os instrumentos falavam”. Aqui pretende-se introduzir a Música Barroca no seu contexto histórico, através de uma viagem no tempo de três personagens (um historiador de música, Charles Burney, um flautista e uma cravista). Histórias sobre a música e os músicos dos séculos XVII e XVIII, numa perspetiva lúdica e despretensiosa em que a música, dita erudita, é apresentada de uma forma divertida e acessível. As crianças ouvem música, conversam, jogam, dançam, contam histórias… O espetáculo pode ser visto hoje às 13h, e às 17h30.

Propositadamente criado para este dia, “20 Dizer”  promete ser um momento muito especial, protagonizado pelo Trigo Limpo teatro ACERT. Esta viagem poético-musical terá como cicerones, dramaturgos e escritores cujas palavras voam apaixonadamente nos palcos: Almada Negreiros, Bernardo Santareno, Bertolt Brecht, Charlie Chaplin, Chico Buarque, Eduardo White, Federico García Lorca, Gil Vicente, Hélia Correia, José Saramago, Luís Carlos Patraquim, Mia Couto, Sofia de Mello Breyner Andresen, Vinicius de Moraes, William Shakespeare e Herberto Helder, como tributo por O Actor. A partilhar o palco vão estar José Rui Martins e Luísa Vieira, num exercício de comunicação, explorando a musicalidade da palavra e a simplicidade de dar voz a seduções emotivas. 

Museu Nacional do Teatro

Filipe Crawford dá a conhecer “As Mulheres de Gil Vicente”, onde, tal como o próprio nome indica, é feito um levantamento das personagens femininas de Gil Vicente nalgumas das obras mais representativas do dramaturgo. Apresentando o autor sob uma faceta original, nomeadamente do ponto de vista do tratamento dado à suas personagens femininas, pretende-se estimular a leitura e o estudo das suas peças, revelando através de um espetáculo musical e divertido, uma temática atual e sempre controversa, como é o caso do papel das mulheres na sociedade.

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos